Minas de Cricova percorrem mais de 100 quilômetros debaixo da terra

Todo mundo sabe que a região de Champagne é famosa por seus espumantes e também por suas caves subterrâneas que possuem quilômetros e quilômetros de extensão, abrigando sob a típica superfície calcária milhões de garrafas que ficam acondicionadas anos a fio em um ambiente gélido e úmido (perfeito para os vinhos) aguardando o melhor momento de serem abertas.

As adegas de Champagne são tão grandes, algumas atingindo mais de 20 quilômetros, que - durante as duas últimas grandes guerras mundiais - foram usadas para muito mais do que conservar garrafas de vinho, servindo de abrigo para refugiados, estocagem de munição, esconderijo etc. Durante os conflitos, a vida dos habitantes locais ocorria debaixo da terra, com as aulas das escolas, por exemplo, ministradas no subterrâneo enquanto as bombas caíam na superfície.

No entanto, engana-se quem acha que estão na França as maiores caves subterrâneas do mundo. Fica na Moldávia, uma das antigas repúblicas da União Soviética, a adega de maior extensão do planeta. Cerca de 15 quilômetros ao norte de Chisinau, capital do país, estão as ditas "minas de Cricova", com mais de 100 quilômetros de comprimento.

II Guerra
Até a II Guerra Mundial, essas minas não tinham como finalidade guardar vinhos. Eram fonte de cal. Foi somente depois do conflito que elas passaram a ser usadas para isso, tanto que metade da adega pessoal de Hermann Göring, o segundo homem mais importante da Alemanha de Hitler, foi transferida para lá (a outra metade ficou na Crimeia). Hoje, 1,3 milhão de garrafas de mais de 600 marcas (incluindo aí não somente vinhos, mas também licores) estão descansando nos inúmeros corredores, que chegam a ter 7,5 metros de largura e 3,5 de altura, com profundidades que variam de 35 a 80 metros. Essas características mantêm o ambiente com temperatura constante entre 12 e 14°C e com umidade de 97 a 98%, ideal para a conservação das garrafas por longo tempo. Os túneis são tão grandes que podem comportar carros e é possível dirigir pelas "ruas", que possuem nomes das diversas variedades de uva. Mas, além de estocar vinhos, os túneis têm inúmeros "ambientes", com salas de degustação, reunião, de jantar, em diferentes estilos arquitetônicos e de decoração.

#Q#

Além das 1,3 milhão de garrafas, são vários os ambientes nas minas de Cricova

 

Em 1954, foi fundada a Cricova Oenotec, empresa vitivinícola moldava que usa cerca de 60 quilômetros dessas minas para seus próprios vinhos. Durante o regime soviético, os túneis de Cricova ficaram fechados para o público e apenas delegações de políticos e celebridades, como os presidentes Mikhail Gorbachev e o astronauta Iuri Gagarin, podiam acessá-la. Uma lenda diz que Gagarin, primeiro homem orbitar a terra, em 1961, visitou a adega em 1966 e só saiu dois dias depois escorado. Em 1967, a coleção de vinhos de Cricova foi considerada um símbolo da república socialista.

Mais recentemente, em 2007, em seu aniversário de 50 anos, o presidente russo Vladimir Putin também esteve nas caves da Cricova para celebrar. Curiosamente, seus túneis continuam crescendo, pois ainda hoje há escavações em algumas partes para a obtenção de calcário. Aliás, as primeiras escavações datam do século XV e começaram exatamente para obter cal para a construção da cidade de Chisinau.

AINDA MAIOR?
Não muito longe de Cricova, ainda na Moldávia, outra adega alega ser a maior do mundo. A vinícola Milestii Mici diz ter cerca de 200 quilômetros de túneis subterrâneos para guarda de vinhos, porém "apenas" 50 são usados para esse fim. Assim como sua "concorrente", essa cave antes era usada como mina de cal. Em agosto de 2005, o Guinness Book, o livro dos recordes, atestou que Milestii Mici possui a maior coleção de vinhos do mundo, com mais de dois milhões de garrafas estocadas.

Curiosidades

Artigo publicado nesta revista

Últimas Curiosidades

22-06-2015
00:00 Correndo entre vinhedos
18-05-2015
00:00 Bolshoi nos vinhedos
13-10-2014
00:00 A natureza do Sertão
21-04-2014
00:00 Vinhedos, recordes e festas
29-01-2014
00:00 Da Serra ao Sertão
07-09-2013
00:00 “O vinho me disse o que ele é”
14-08-2013
00:00 Il vino, bel canto
16-07-2013
07:57 Vinho em 24 quadros por segundo
14-06-2013
08:09 Depois do 25 de Abril
15-05-2013
09:33 Nas trilhas do vinho
Mais Curiosidades »
Top 100

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano



Receba o boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas

Mais lidas

1 5 maneiras criativas de abrir uma garrafa de vinho sem saca-rolhas Notícias
2 Bons vinhos abaixo de R$50 Notícias
3 Como tirar uma mancha de vinho? Notícias
4 Que taça escolher? Capa
5 Lista traz 10 garrafas de vinho que custaram fortunas Notícias
6 Aprenda a servir o vinho na temperatura correta Notícias
7 Qual adega comprar? Escola do vinho
8 Vinhos e queijos, a combinação perfeita Notícias
9 Conheça os mais caros e desejados vinhos do mundo Notícias
10 Os tipos de vinhos para servir com peixes e frutos do mar Notícias