Mundovino

Da redação em 14 de Outubro de 2009 às 07:27

BOM SINAL
De acordo com levantamento do site AskMen.com, o Brasil está entre os sete mercados de vinho mais promissores do mundo. O País está em sexto numa lista que conta ainda com Suíça, Ucrânia, Romênia, Grécia, Canadá - listados, respectivamente, da primeira à quinta posição - e Inglaterra, a sétima.

ADEUS A SAUL GALVÃO!
Os meios do vinho, da gastronomia e do jornalismo acordaram mais tristes no dia 9 de setembro. Aos 67 anos, faleceu Saul Galvão - um dos maiores críticos brasileiros de vinhos e gastronomia de todos os tempos. Por três décadas, este jauense brindou os leitores de "O Estado de S.Paulo" e do "Jornal da Tarde" com divertidas colunas e resenhas bem escritas. Há dois anos, ele lutava contra o câncer.

CONVÊNIO RENOVADO!
A governadora gaúcha Yeda Crusius renovou o convênio com o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) para 2010, durante a Expointer 2009. Pelo convênio, o governo estadual autoriza o Ibravin a receber diretamente dos estabelecimentos processadores de uva até 25% dos recursos gerados pela taxa de serviços diretos do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura do Rio Grande do Sul (Fundovitis).

VINHO DE FRANK SINATRA
A Sinatra Family Estates, vinícola da família de Frank Sinatra, lançou seu primeiro vinho, um Cabernet Sauvignon batizado "Come Fly With Me", em homenagem ao clássico álbum homônimo de 1957. Este será o primeiro de uma série de lançamentos anuais que celebrarão a música de Sinatra. "Papai gostava de brindar com o público ao final dos shows. Com a Sinatra Family Estates, brindamos a nosso pai", disse Frank Jr.

À SOMBRA DO CERRO DE PALOMAS
Tal qual as grandes negociatas políticas, ninguém confirma e nem nega, mas a forte especulação dá conta de que a compra da Almadén está sendo disputada por três vinícolas brasileiras, e que o anúncio do negócio do ano no Brasil será feito em breve. A Almadén, de Santana do Livramento (Rio Grande do Sul), foi a primeira vinícola instalada na Campanha Gaúcha. Ainda na década de 1970, a empresa mudou de mãos mais de uma vez e até agora pertence (ou pertencia) ao grupo francês Pernod Ricard. A empresa tem 576 hectares plantados e em produção há mais de 30 anos, com uvas finas de quase 20 variedades. Atualmente, a marca vende 300 mil caixas/ano de 12 garrafas cada e tem solidez no mercado, apesar de ter visto suas vendas despecarem nos últimos anos. Quem vencer a disputa pelas terras (pois não se pode dizer se a marca Almadén entra nessa compra também) ganhará muita musculatura no mercado brasileiro. A assessoria de imprensa da Pernod negou tudo até o fechamento desta edição.

SEM HITLER OU MUSSOLINI
O supermercado Gs (do grupo francês Carrefour) de Cuveglio, na Itália, retirou de suas prateleiras vinhos que traziam nos rótulos imagens de Adolf Hitler e Benito Mussolini. O estabelecimento, que comercializava a polêmica bebida há seis anos, deixou de vendê-las após uma turista de origem judia se escandalizar com as imagens e fazer campanha na internet contra a venda do produto.

CURVA ASCENDENTE
A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) e o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) celebraram a marca de US$ 5 milhões em exportações de vinhos finos brasileiros em 2008. Desde 2003, o valor aumentou mais de 20 vezes, saltando de US$ 231 mil para a marca atual.

#Q#
Divulgação
FÓRMULA INDY
Em 23 de agosto, os vinhos brasileiros - de cinco vinícolas do projeto Wines from Brazil (Casa de Amaro, Courmayer, Mena Kaho, Miolo Wine Group e Perini) - estavam bem representados no GP de Somona de Fórmula Indy. O evento rendeu a participação em outra competição de velocidade neste ano (o GP de Miami), que foi acertada com a Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos do Brasil (Apex-Brasil) a pedido do Ibravin. Para o próximo ano, o Projeto Wines From Brazil deve estar presente com os vinhos brasileiros em todas as corridas da Fórmula Indy. Em Somona, o piloto Tony Kanaan prestigiou o estande brasileiro e autografou uma garrafa para o importador Konstantine Drougos.

NÚMEROS PROMISSORES
A venda de vinhos gaúchos de janeiro a julho deste ano revelou um crescimento de 13,3% em relação ao mesmo período do ano passado, conforme levantamento do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin). Foram vendidos 127,9 milhões de litros de vinhos finos e de mesa nos sete meses de 2009. O aumento do consumo se deu devido a uma combinação de fatores, desde ações de divulgação a participações em feiras coordenadas pelo instituto. As vendas de espumantes também cresceram, com alta de 20% ante o mesmo período de 2008. Atualmente o Rio Grande do Sul é responsável por cerca de 90% da produção nacional de vinho.

VINHO BRASILEIRO MAIS INTELIGENTE
O projeto "Observatório do Vinho" está perto de se tornar realidade. Entidades representativas do setor vitivinícola brasileiro realizaram reuniões com o Sebrae Nacional para a elaboração de um projeto de inteligência competitiva, que servirá aos mesmos objetivos do "Observatório do Vinho", previsto no projeto Visão 2025. "A intenção é reunir todas as informações sobre o setor e a respeito do mercado onde ele está inserido, acompanhadas de profunda análise técnica para facilitar a compreensão da realidade e ajudar na tomada de decisões", explica o diretorexecutivo do Ibravin, Carlos Raimundo Paviani. "O objetivo é melhorar a competitividade do setor no mercado doméstico e internacional", diz o consultor Roosevelt Tomé Silva Filho. O projeto terá a duração de dois anos.

VINHOS KOSHER
Para o judaísmo, o vinho tem um simbolismo importante. Mas deve ser preparado segundo alguns critérios para se tornar Kosher, palavra hebraica que significa "bom", "digno de confiança". Pensando nisso, a importadora Casa Valduga apresenta ao mercado nacional uma linha de vinhos e suco de uva kosher elaborados no Brasil, seguindo as leis judaicas sob a rigorosa supervisão da BDK Brasil (um dos órgãos que autorizam o consumo de alimentos "kosher" para suas comunidades).

NOVAS EXPERIÊNCIAS
Pesquisadores argentinos entrevistaram 250 jovens entre 18 e 32 anos para conhecer seus hábitos de consumo de bebidas, especialmente vinhos. Os resultados mostraram que 93% consomem vinho e mais da metade dos jovens até 22 anos acham que consumiriam mais se conhecessem melhor a bebida, um indicativo de que a comunicação e promoção podem ser fatores chave para o aumento de vendas.

#Q#
fotos: Norio Ito
fotos: Norio Ito
fotos: Norio Ito
BACHELET NO BRASIL
A atual presidente do Chile Michelle Bachelet esteve no Brasil para promover o evento "Sabores do Chile". No dia 29 de julho, ela ofereceu um jantar para empresários e representantes de veículos de comunicação brasileiros e chilenos. Durante sua estada no País, Bachelet esteve reunida com o presidente Lula e empresários de diversos setores para firmar acordos comerciais. A relevância da indústria de frutas, vinhos e pescados, grupo que ganha peso a cada dia e que está apenas atrás da mineração na pauta exportadora do Chile, fez com que a presidente dedicasse seu tempo ao evento organizado pela ProChile.

Divulgação
Monica Fernandes, Kurt Weiss, Simone Weiss e Carlos Cabral

1º ENCONTRO DOS SABORES
Entre os dias 4 e 7 de setembro, aconteceu o 1º Encontro dos Sabores, evento realizado pelo Dioniso Clube de Vinhos em parceria com o Hotel Estância Barra Bonita. O episódio focou a imersão no universo enogastronômico, mas também teve momentos de descontração. O evento se iniciou com a abertura de um espumante como forma de boas vindas. Foram realizadas ainda degustações e explicações de vinhos e de cafés, além de palestras explicativas sobre drinques e algumas formas de preparo. O encontro foi marcado pela sua excelente harmonização, acompanhada com muito requinte e boas conversas.


Matéria

Artigo publicado nesta revista

Revista ADEGA 48 · Outubro/2009 · Vinho, ontem e hoje

Como ele evoluiu até os dias de hoje


International Tasting

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 194,40R$ 367,20R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 21,60R$ 64,80R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 64,80 6x R$ 61,20
Assinando agora você GANHA também POSTER DESCRITORES AR GUIA ADEGA 2017/2018
International Tasting

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas