Ao contrário

Produção de vinhos brancos supera a de tintos no Japão

Visando nova regra, pesquisa considerou só os elaborados a partir de uvas nacionais

Da redação em 6 de Dezembro de 2016 às 12:54

Na contramão do que é possível observar em quase todo o mundo, o Japão viu sua produção de vinhos brancos suplantar a de tintos durante o ano fiscal de 2015, encerrado no último mês de março. De acordo com o levantamento realizado pela Agência Nacional de Impostos, o primeiro tipo da bebida representou 47% dos 18.613 quilolitros totais, enquanto os de coloração avermelhada representaram apenas 41%. A pesquisa, entretanto, considerou apenas os rótulos produzidos com uvas japonesas.

O recorte inédito aconteceu em função da nova regra que deve ser implantada em 2018, na qual serão considerados “vinhos japoneses” somente aqueles feitos com cepas cultivadas internamente. Assim, segundo Hiroshi Ito, sênior da Associação de Vinhedos do Japão, o resultado inusitado se deve à varietal branca Koshu ser a principal do país, à frente da Muscat Bailey A, principal tinta nacional. Porém, se incluídos os vinhos elaborados com uvas importadas, os tintos ainda representam a maioria dos 100.921 quilolitros: 50% contra 42%.

 

LEIA MAIS
Jogador presenteia colegas e adversários com garrafas de vinhos personalizadas
Os dez tipos de vinhos mais populares na Grã-Bretanha
Em única compra, bilionário norte-americano adquire três Châteaux


Notícias Vinho tinto Vinho branco Japão

Como escolher sua adega climatizada

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 202,80R$ 405,06R$ 202,80R$ 202,80
Assine Agora porR$ 194,40R$ 345,60R$ 119,96R$ 119,96
Desconto
EconomizaR$ 8,40R$ 59,46R$ 82,84R$ 82,84
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 60,84 6x R$ 54,00
Assinando agora você GANHA também POSTER DESCRITORES AR GUIA ADEGA 2016/2017
Como escolher sua adega climatizada

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas