Córtex fortificado

Sentir cheiro do vinho pode prevenir doenças como Parkinson e Alzheimer

Estudo comparou cérebros de pessoas comuns e sommeliers para chegar à conclusão

Da redação em 7 de Novembro de 2016 às 15:28

Inúmeros estudos já apontaram os benefícios dos vinhos quando ingeridos. Pesquisadores, porém, chegaram à conclusão que cheirá-los também traz consequências positivas para a nossa saúde. De acordo com cientistas da Cleveland Clinic Lou Ruvo Center for Brain Health e da Cleveland Clinic Radiology, dos EUA, e da Université du Québec à Trois-Rivières, do Canadá, sentir as características olfativas da bebida desenvolve o córtex cerebral, que por sua vez auxilia a prevenção de doenças neurodegenerativas.

Para chegar a esta conclusão, os estudiosos compararam os cérebros de pessoas comuns e de Masters Sommeliers. Segundo as pesquisas, estes profissionais do vinho possuem o córtex entorrinal e o córtex insular mais grossos graças ao incentivo dos componentes vinícolas. Dessa forma, como por meio de uma ginástica cerebral, eles têm uma melhor capacidade de controlar as percepções sensoriais e uma melhor memória. Por consequência, as duas áreas tornam-se menos propensas a doenças como Alzheimer e Parkinson, comuns de surgir com o avançar da idade.

 

LEIA MAIS
Vinho ecológico tem sabor melhor do que o convencional?
Você é enófilo, enólogo ou sommelier?
Aparelho promete remover sulfitos dos vinhos


Notícias Vinho Saúde Olfato Cheiro Cérebro Alzheimer Parkinson

10 coisas que você precisa saber para entender os vinhos da Borgonha

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 194,40R$ 367,20R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 21,60R$ 64,80R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 64,80 6x R$ 61,20
Assinando agora você GANHA também POSTER DESCRITORES AR GUIA ADEGA 2017/2018
10 coisas que você precisa saber para entender os vinhos da Borgonha

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas