Mundo Vino

Grupo Primum Familiae Vini dá prêmio de 100 mil euros a vinícola familiar sustentável


 

Representantes das 12 famílias do grupo do vinho Primum Familiae Vini reunidos em evento nos Estados Unidos

As 12 famílias do Primum Familiae Vini (PFV), o grupo mais importante de vinícolas familiares do mundo, lançaram um prêmio de sustentabilidade de € 100 mil para apoiar outras empresas familiares em todo o mundo. O “Prêmio PFV” anual será concedido a uma empresa que demonstrar “excelência em sustentabilidade, inovação, artesanato e a transmissão bem-sucedida de responsabilidade e compromisso de uma geração para outra”.

Marc Perrin, presidente da PFV e coproprietário do Château de Beaucastel, disse: “As melhores empresas familiares têm um profundo compromisso com o desenvolvimento sustentável e o meio ambiente. As empresas familiares devem personificar os melhores valores de responsabilidade social e a face humana mais amável do empreendedorismo, em um momento em que a globalização e uma uniformidade bastante deprimente se tornam cada vez mais predominantes”.

 

LEIA MAIS

» Robert Parker, o crítico que mudou os rumos do vinho, é eleito o Homem do Ano

» Você conhece os diferentes tipos de vinho? Tire suas dúvidas sobre a bebida amada

 

“Ao anunciar este prêmio em um momento de crise internacional resultante da Covid-19, enfatizamos o pensamento de longo prazo das empresas familiares e nosso otimismo inerente ao futuro, desde que defendamos os valores certos”, apontou.

As 12 famílias da PFV disseram que queriam usar sua experiência e longa história de dedicação à qualidade de suas respectivas regiões vinícolas para incentivar outras pessoas a “continuar seu desenvolvimento independente”; provando que uma empresa familiar “pode ser uma ferramenta poderosa para responder aos desafios sociais e ambientais de nosso tempo”.

As inscrições para o Prêmio PFV 2020 estão abertas on-line desde de 1 de julho e se encerram em 30 de outubro de 2020. A lista de cinco empresas familiares será publicada em janeiro de 2021 e o vencedor, anunciado em março de 2021.

 

Na família italiana Antinori são 26 gerações, desde o século 12, ligadas ao mundo do vinho. Na foto estão Albiera, Piero, o pai, Allegra e Alessia

O ganhador, que terá a oportunidade de compartilhar conhecimentos com a PFV, será selecionado por um júri composto por um membro de cada uma das 12 famílias, incluindo: Priscilla Incisa Della Rochetta - Tenuta San Guido, Itália; Albiera Antinori - Marchesi Antinori, Itália; Egon Müller - Egon Müller Scharzhof, Alemanha; Príncipe Robert do Luxemburgo - Domaine Clarence Dillon, França; Marc Perrin - Famille Perrin, França; Paul Symington - Symington Family Estates, Portugal; Frédéric Drouhin - Maison Joseph Drouhin, França; Miguel Torres Maczassek - Família Torres, Espanha; Jean-Frédéric Hugel - Famille Hugel, França; Pablo Alvarez - Vega Sicilia, Espanha; Philippe Sereys de Rothschild - Barão Philippe de Rothschild, França; e Hubert de Billy - Champagne Pol Roger, França. O júri será apoiado por Christophe Brunet, Secretário Geral da PFV. 

 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 18 de Julho de 2020 às 12:00


Notícias

Artigo publicado nesta revista