Revista ADEGA

Mundovino

Eventos do mundo do vinho

Da redação em 28 de Março de 2011 às 11:00

Falecimento
"Era um dos grandes da gastronomia espanhola. Sempre lutou pelos produtos de sua terra." Estas foram as palavras do estrelado chef Juan Mari Arzak lamentando a morte do chef Santi Santamaria, o primeiro chef espanhol a receber três estrelas Michelin e detentor de seis estrelas. Santamaria foi vítima de um ataque cardíaco e morreu no dia 16 de fevereiro, aos 53 anos, quando visitava seu restaurante, Santi, em Singapura. Defensor da cozinha tradicional catalã, Santamaria se tornou bastante conhecido após a edição de 2008 do Madrid Fusión e do lançamento de seu polêmico livro "A Cozinha a Nu", tornando-se o inimigo número um de Ferran Adrià e de sua gastronomia molecular.

China em documentário
Com crescimento ascendente e destaque no mercado internacional, a China fará parte de um novo documentário sobre vinhos, o The Fine Wine Game, que irá mostrar as relações entre Bordeaux e os chineses e explorar o fenômeno chinês e seu interesse nas vinícolas francesas. O documentário está previsto para ser lançado ainda em 2011 e as filmagens já começam em abril.

Vinho sem química?!
Atração na Itália desde seu início, há oito anos, a Associação VinNatur, que conta com 130 produtores associados, vai apresentar 600 vinhos "naturais", produzidos na província de Vicenza. Todos eles são fabricados sem qualquer tipo de química e representam um movimento independente que estimula a pesquisa de novas maneiras (naturais) de produção de vinhos.

fotos: divulgação

De fora
Ícone da crítica de vinhos, Robert Parker não degustará mais vinhos da Califórnia, região produtora mais importante dos Estados Unidos, passando essa tarefa a um de seus diversos assistentes. A partir de agora, a Califórnia passará a ter apenas as safras antigas e históricas degustadas pelo ícone da crítica de vinhos, fato que tem preocupado bastante os vinicultores locais. Resta saber se a aflição dos produtores tem fundamento ou se, assim como na Alemanha, a mudança do degustador não afetará o sucesso dos vinhos.

Queimando a largada
A tentação é grande. A primeira Denominação de Origem brasileira foi aprovada no ano passado, mas a certificação oficial ainda não foi entregue pelo INPI aos representantes da Aprovale. Entretanto, em meados de março, vinhos de uma vinícola já estavam sendo divulgados e comercializados com rótulos já incorporando a Denominação Vale dos Vinhedos. Atitudes como essa podem desacreditar a DO antes mesmo de sua oficialização.

#Q#

Golfe e vinho
Para divulgar os vinhos e a região de Rioja, um site local organizará, neste ano, a primeira edição da Liga de Golfe e Vinho, que vai contar com personalidades do setor e amantes de golfe de toda a Europa. Mas, ao contrário dos torneios profissionais, que premiam com dinheiro, a liga de Rioja irá oferecer aos vencedores alguns dos melhores vinhos da região.

Lucrativo
De acordo com o índice Liv-ex, o vinho fino de Bordeaux foi o investimento mais rentável de 2010, superando até mesmo o petróleo e o ouro. Segundo os cálculos, cinco das principais marcas dos châteaux de Bordeaux tiveram um aumento de 57% em 2010, rompendo a barreira dos 400 pontos em dezembro.

Contra demência
Um estudo recente-realizado por cientistas alemães de diversos departamentos de psiquiatria das universidades do país-aponta que o consumo de álcool com moderação protege contra a demência, mesmo em pessoas com idade acima de 75 anos. Segundo a pesquisa, o consumo moderado diário reduz o risco de demência em quase 30% se comparado com as pessoas abstêmias. "Nosso estudo sugere que o consumo de leve a moderado de álcool é inversamente proporcional ao aparecimento de demência entre indivíduos com 75 anos ou mais", diz o relatório. A equipe encontrou resultados similares no que diz respeito ao mal de Alzheimer.

Alta tensão em Rioja
Produtores da região de Rioja, na Espanha, têm protestado duramente contra linhas de alta voltagem recentemente instaladas por lá, especialmente na parte de Rioja Alta. Segundo eles, as torres e linhas de alta tensão encobrem a beleza do local e podem arruinar a crescente indústria do enoturismo. Até o momento, são cerca de 25 km de fios sustentados por 73 torres próximas à cidade de Haro, e mais linhas serão construídas nos próximos dois anos segundo o projeto. Os produtores pedem que as linhas sejam construídas subterraneamente, como ocorre em diversos países e também em regiões vinícolas como a Toscana e a Borgonha, sem prejudicar a beleza.

Bastardo!
Pela primeira vez na história, um estrangeiro é proprietário de um dos vinhedos mais famosos da Borgonha, o Bâtard-Montrachet. O négociant Alex Gambal comprou duas pequenas parcelas do vinhedo Grand Cru, o equivalente a 0,93 acres (pode parecer pouco, mas quem conhece a Borgonha sabe que qualquer pedaço de chão lá vale uma fortuna). O Domaine Brenot, de Santenay, pôs a venda 8,6 acres em Puligny-Montrachet, Chassagne- Montrachet (onde fica o vinhedo Les Bâtards) e Santenay. "Sinto-me sortudo por ter esses vinhedos e poder fazer algo grandioso com o potencial que há lá", afirmou Gambal.

#Q#

Os mais ricos
Segundo a revista Forbes, Bernard Arnault, proprietário dos Châteaux Cheval Blanc e d'Yquem, dois dos mais afamados vinhos do mundo, possui a quarta maior fortuna do mundo, estimada em US$ 41 bilhões. Arnault é o cabeça do grupo LVMH, detentor de outras marcas chiques como Dior, Tag Heuer, Louis Vuitton etc. Mas a lista da revista possui ainda outros proprietários de châteaux em Bordeaux. Em 67o está François Pinault, dono do Château Latour, com US$ 11,5 bilhões. Serge Dessault, pai de Laurent Dassault - do château de mesmo sobrenome - está em 162o, com US$ 9,2 bilhões. Mais atrás vêm Alain e Gerard Wertheimer, do Château Rauxan-Segla, com US$ 6 bilhões e Martin e Olivier Bouygues, do Château Montrose, com US$ 3,6 bilhões.

Voltando às origens
O chefe de cave da Veuve Clicquot, Dominique Demarville revelou que vai fazer testes com champagnes "ultra-doces". Segundo ele, um novo champagne da casa terá cerca de 100 gramas de açúcar residual. Para se ter uma ideia do que isso significa em doçura, os espumantes Demi-sec costumam ter entre 32 e 50 gramas de açúcar. "Vinhos mais doces para pessoas mais jovens é algo que devemos explorar", diz Demarville. Vale lembrar que nos primórdios de Champagne, a bebida chegava a apresentar mais 150 gramas de açúcar residual. Os espumantes Brut, com menos de 12 gramas, só vieram a aparecer em meados de 1800.

Sem fraude
O Château Margaux, um dos cinco Premier Grand Cru de Bordeaux, resolveu incorporar um selo antifraude em todas as suas garrafas. A tira, conhecida como Prooftag, fica entre a cápsula e a garrafa, e possui um número de referência, que pode ser rastreado no site do château. Ao romper o selo, destrói-se a cápsula, impedindo o reuso. Margaux já usa outras medidas contra fraude como garrafas gravadas com laser, moldes específicos de garrafa para cada safra, numeração individual e código de barras e tinta especial nos rótulos. Essa medida estará disponível da safra 2009 em diante.

fotos: divulgação

Da realeza
Conhecido por ser o champagne de James Bond, Bollinger ficará na lembrança de milhares de pessoas por mais um motivo: ser a bebida da primeira missão oficial de Kate Middleton, futura esposa do príncipe William. A cerimônia de inauguração de um barco salva-vidas na ilha onde William atua como piloto de busca e resgate foi protagonizada pelo príncipe e por Kate, que, toda sorrisos, batizou a embarcação com um banho do espumante Bollinger Special Cuvée.


Mundovino

Artigo publicado nesta revista

Revista ADEGA 65 · Março/2011 · Julgamento de Paris

Bastidores da degustação que abalou o mundo


Gran Reserva

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
Digital
1 ano
Digital
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaDigitalDigital
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241224
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 432,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 64,80R$ 100,00
Desconto
EconomizaR$ 151,20R$ 332,00
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também Guia ADEGA Guia ADEGA Vinhos do Brasil 2018/2019 + Poster "as cores do vinho"

Boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas