Escola do vinho

Qual o melhor método para lavar taça de vinho?

A ADEGA traz a técnica, os equipamentos e produtos que você precisa para deixar sua taça pronta para o próximo vinho


 

Seguindo essas dicas garantirá que a taça esteja límpida e brilhante por mais tempo

Após uma boa degustação de vinho temos um sério problema, a taça.

Além de eventuais marcas de batom e dedos engordurados, o restinho de vinho que fica pode virar um drama no dia seguinte. Mas, seguindo essas dicas simples, sua taça ficará por mais tempo límpida e brilhante. Pronta para o seu próximo vinho.

LEIA MAIS

» O que fazer para remover marcas de batom da taça?

» Qual taça de vinho escolher? Existe uma ideal para cada tipo da bebida

Lava Louças ou à mão?

As empresas produtoras de taças recomendam sempre o uso da máquina de lavar louça, ela evita arranhões que as esponjas e escovas de vidro eventualmente podem causar. Além disso a manipulação constante da taça quando lavada a mão pode dificultar a limpeza e, claro, causar acidentes.

Porém, se você não tem uma máquina de lavar louças em casa, não se desespere. A ADEGA traz dicas e as melhores maneiras de lavar a taça de vinho.

Antes de tudo o mais importante, se não for lavar a taça na hora, nunca deixe o restinho de vinho nela. Aquele golinho final, que tentamos de todo jeito pegar, pode manchar sua taça e dificultar a lavagem. O ideal então, é já passar uma água e deixar de molho para a lavagem do dia seguinte.

Na lava louças

A máquina de lavar louças é ideal para a lavagem de taças, mas é necessário seguir algumas dicas.

Primeiro, o melhor é colocar as taças no andar superior da máquina com as bocas viradas para baixo. Evite que elas toquem umas nas outras ou em outras louças, assim, garantirá que durante o processo elas não risquem.

As taças na lava louças devem ir preferencialmente na parte superior./Reprodução NY Times

O abrilhantador ou secante é importante pois ele evita que fiquem manchas d’água. O detergente tem que ser usado na quantidade correta. Muito detergente pode deixar resíduos na taça, o que pode prejudicar sua experiência com os aromas do vinho. E o detergente em excesso pode ainda causar corrosão na taça, deixando ela turva.

O ideal, se possível, é lavar apenas as taças ou com outras louças que não estejam com muita gordura ou restos de alimentos. Assim, a quantidade de detergente pode ser dosada para garantir vida mais longa às taças.

Lavando à mão

Para lavar à mão a dica mais importante é: cuidado na manipulação da taça. Como com o detergente ela estará lisa a chance de arranha-la e quebra-la aumenta.

A grande dica aqui é utilizar uma escova de garrafas, ela tem as cerdas feitas de materiais que não arranham o vidro e o cristal e conseguem alcançar o fundo da taça, limpando aquelas manchas mais difíceis.

A água tem que ser quente e o detergente sem cheiro. Garanta que não haja sobras do produto, elas podem causar aromas ruins e irão estragar sua próxima experiência com vinho.

Polimento

Não importa se você lavou suas taças na máquina de lavar louças ou à mão, o último passo é sempre o polimento.

O polimento é parte importante e finaliza a lavagem das taças

Utilizando pano de microfibra para não deixar nenhum “pelinho” para trás, deixe a taça de boca para abaixo sobre um copo com água quente até que ela esteja tomada pelo vapor, isso facilitará o polimento. Segurando a taça pela haste, passe o pano sem muita força por toda ela e pronto! Sua taça está limpa, sem marcas, sem aromas e polida. Pronta para sua próxima degustação.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

André De Fraia

Publicado em 26 de Novembro de 2020 às 18:00


Notícias Taças Limpeza Vinho