Revista ADEGA
Busca

Vinho & Saúde

Vinho e Diabetes: novo estudo traz boas notícias

Estudo revela que uma taça de vinho com a refeição pode diminuir o risco de desenvolver diabetes tipo 2


Estudo revela que uma taça de vinho com a refeição pode diminuir o risco de desenvolver diabetes tipo 2

O momento em que a bebida alcoólica é consumida pode ser uma chave

Apenas alguns dias depois da disputa que ocorreu no Parlamento Europeu sobre a intenção de alguns legisladores de colocar nos rótulos dos vinhos que a bebida pode causar câncer (o que foi considerado improcedente pelo Parlamento), os resultados de uma nova pesquisa apontam que o consumo moderado de vinho durantea refeição pode diminuir o risco de as pessoas desenvolverem diabetes tipo 2.

» Pesquisas mostram que o vinho ajuda até na saúde do seu fígado

A pesquisa foi apresentada na conferência da American Heart Association, pelo autor do estudo Hao Ma, do Centro de Pesquisa em Obesidade da Universidade de Tulane de Nova Orleans. Foram analisados mais de 300 mil britânicos adultos que se declaram consumidores moderados de álcool, através de informações contidas no banco de dados biológicos do Reino Unido. Em entrevista o autor declarou que os pesquisadores estão cientes de que o consumo de álcool é uma faca de dois gumes, pela capacidade desse composto químico de causar tanto bem quanto mal, dependendo de como é consumido. No entanto, afirma o pesquisador, poucos estudos ainda se concentraram em outros detalhes, como o momento em que a bebida alcoólica é consumida.

O estudo acompanhou os britânicos por quase 11 anos de descobriu que entre os 300 mil pesquisados, 8.600 pacientes desenvolveram diabetes tipo 2. No entanto, o pesquisador revelou que o risco da doença foi 14% menor entre aqueles que bebiam bebidas alcóolicas com as refeições e ainda menor entre aqueles que escolheram o vinho. "Entendemos através desse estudo que o consumo moderado de vinho junto das refeições pode prevenir o desenvolvimento do diabetes tipo 2, se você não tiver nenhuma outra condição de saúde que possa ser agravada pelo consumo de álcool e em acordo com o médico que o acompanha", afirmou Hao Ma.

As hipóteses levantadas pelo estudo ainda não definem se o consumo de vinho tinto é mais efetivo para a saúde do que do vinho branco, mas elas apontam que os compostos presentes no vinho (os antioxidantes e os polifenóis entre eles) auxiliam o corpo na metabolização da glicose, diminuindo assim o risco de diabetes tipo 2.

De qualquer forma, moderação ainda é a chave!

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Silvia Mascella Rosa
Publicado em 07/03/2022, às 16h00


Mais Mundovino