Mundovino

Vinho e NFL. Kareem Jackson do Denver Broncos diz que se fosse um vinho seria um super toscano

O safety que está na sua 12ª temporada diz que toma uma ou duas taças após cada treino


O safety do Denver Broncos Kareem Jackson, um dos poucos enófilos na NFL

"Eu sou um cara físico. Gosto de nocautear muita gente e se o meu estilo de jogo fosse um vinho, seria um Bordeaux ou um super toscano".

» Mercado global de vinho tem recorde histórico em 2021

É o que diz o safety do Denver Broncos, Kareem Jackson.

“Tudo começou há cerca de cinco ou seis anos. O cara que faz meus ternos, Devon Scott, me apresentou ao Malbec quando eu estava na Fashion Week com ele em Nova York. Meu paladar se expandiu desde então, e agora estou familiarizado com diferentes vinhos e é uma necessidade alguns dias por semana para mim. Isso me relaxa”.

O jogador deu uma entrevista para a revista Wine Spectator e contou seus hábitos que dão inveja para muitos enólogos. Por exemplo, quando perguntado o que está bebendo atualmente ele respondeu: “Eu geralmente peço Opus One e Caymus por caixa a cada dois meses. Tento visitar Napa algumas vezes por ano para poder explorar outras coisas também”.

"Se o meu estilo de jogo fosse um vinho, seria um Bordeaux ou um super toscano"

O acesso às vinícolas e aos vinhos foi facilitado para Jackson principalmente nas últimas três temporadas quando o jogador deixou o Houston Texans para se juntar ao Denver Broncos. A equipe do Colorado está em uma cidade extremamente gastronômica e com um clima mais propício ao consumo de vinhos tintos – os preferidos do safety – do que a quente Houston no calor do Texas.

Jackson finaliza comparando a NBA – com muitos amantes de vinhos como CJ McCollum e lançamentos de vinhos das franquias caso do Cleveland Cavaliers e do Milwaukee Bucks – e a NFL. Na liga de futebol americano os enófilos são raros. Mas para o safety a explicação é que há “muitos jovens na liga e eles não estão bebendo vinho”.

“Quando você envelhece, seu corpo muda e você não pode sair e beber aquela tequila todas as noites, então você precisa de algo mais suave e relaxante. O vinho faz isso. Mas acho que a NBA sempre estará à nossa frente porque eles têm muito mais veteranos do que nós”.

Ficou de fora da entrevista se ele gosta dos vinhos de John Elway, gerente-geral e vice-presidente executivo de operações de futebol do Broncos. A lenda é quem manda e desmanda na franquia! Será que Jackson criticaria o vinho do patrão?

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 29 de Setembro de 2021 às 10:00


Mundovino NFL Kareem Jackson Futebol americano Vinho