Um lugar para pensar

Na Renascença, Borgo Scopeto recebeu pessoas com ideias novas e que acabaram perseguidas. Atualmente, o lugar recebe quem quer um lugar calmo para pensar na vida sem ser incomodado

Felipe De Queiroz em 17 de Março de 2010 às 12:46


Além de vinícola, Borgo Scopeto é um relais, incrustado em uma região de grande beleza e tradicão na Itália

A bela Siena pulsa no coração da região da Toscana, ao norte italiano, sobre os Apeninos, que cobrem o país de norte a sul, ocupando em especial as terras ocidentais da "Bota". Na cidade, cuja fundação atribui-se na mitologia romana a Sénio, o filho de Remo (que fundou, por sua vez, Roma ao lado do irmão Rômulo), os atrativos pululam em cada detalhe; da história surge o fascínio, da geografia vem o encantamento que só a natureza - ou Deus, se preferir - pode proporcionar; da arte emana a admiração - foi de lá e da vizinha Florença (Firenze) que saiu o Renascimento e o pensamento humanista -; das plantações, vastas, que cobrem os campos, colhem-se as uvas de grandes vinhos.

Neste recanto encantador encontra-se a Borgo Scopeto, uma das mais belas vinícolas da Europa, fazendo jus à tradição de culto à beleza que grassa na região. Sua história remonta aos primórdios da era cristã. Apesar de ver grande parte de sua arquitetura resistir incólume ao tempo, o castelo assistiu a grandes mudanças em suas viajens pelos séculos.

Em 1300, a família Sozzini adquiriu a propriedade antes pertencente às propriedades da catedral de Siena. Isso implicou na primeira mudança, dando um ar residencial, que hoje impera no lugar, a um prédio antes militar. Ao redor da torre de defesa de base quadrada de sólida alvenaria, os outros edifícios se juntaram e, no centro, há uma praça.

A ampla fazenda ostenta muito da arquitetura medieval, a mesma que ditava as linhas dos castelos e fortificações construídos à época do longínquo ano de 1073, do qual datam os primeiros registro da construção

Nos idos de 1500, esta região da Itália fervilhava de novas ideias, de artistas e pensadores cansados do jugo da Igreja. E Borgo Scopeto acabou se tornando um lugar de abrigo para aqueles que tinham "pensamentos revolucionários", especialmente em relação à teologia. Assim, em meados do século XVI, a família sofre processo da Inquisição, é perseguida e a propriedade transferida aos domínios do Santo Ofício.

#Q# Renascimento

O nome Scopeto vem do "Erica Scoparia", um arbusto das florestas da região, que é usado na fabricação de vassouras e espanadores. Aliás, é por uma longa avenida ladeada por arvores que se chega a Borgo Scopeto. A vila se estende por uma área de 503 hectares no município de Castelnuovo Berardenga, entre 350 e 420 metros de altitude. A propriedade agrícola ocupa 70 hectares de vinhas e 50 de oliveiras. O restante é área de bosques, ou seja, a natureza tem muito a oferecer na formação de uma sensacional paisagem.

A vila (borgo, em italiano) é formada por mansões rodeadas por jardins e edifícios antigos que eram destinados às atividades rurais da Idade Média. Contudo, o lugar é rico em vestígios arquitetônicos e artísticos das diversas épocas que se sucederam.

A ampla fazenda ostenta muito da arquitetura medieval, a mesma que ditava as linhas dos castelos e fortificações construídos à época do longínquo ano de 1073, do qual datam os primeiros registro da construção; uma das relíquias conservadas pelo tempo na Borgo Scopeto é a torre feita de pedra polida no século XIII, para proteger local de ataques.

Turismo de primeira

Mais que fazer vinho, a construção hoje é considerada um Relais, como é conhecida a coleção de destinos turísticos que, além de oferecerem diversão e infraestrutura, propiciam aos visitantes um precioso mergulho na história e no tempo. Tudo, enfim, do que há de mais exclusivo.

Fotos: divulgação

Dentro da fazenda, encontra-se o Podere Fornacino, um chalé antigo, mas completamente renovado de acordo com as tradições da Toscana, que oferece a seus clientes quartos elegantemente ornamentados com tudo o que tem direito um hotel quatro estrelas. Se por fora as construções podem parecer rústicas, mantendo o estilo de alvenaria de épocas remotas, por dentro o conforto é total e a decoração repleta de detalhes sem conflitar com o ambiente rural, pois tudo foi restaurado e pensado com cuidado para abrigar o hotel. Contudo, mais que as mordomias, é a visão privilegiada de Siena o mais espetacular.

O lado de fora da vinícola/hotel é talvez o mais espetacular. Além da história viva contada em cada sala, quarto, cozinha, enfim, cada canto do lugar, é a paisagem, enfeitada pelo céu, quase sempre ensolarado no verão, e pelas imponentes colinas de Siena no horizonte, o que mais encanta.

Dentro da fazenda, encontra-se o Podere Fornacino, um chalé antigo, mas completamente renovado de acordo com as tradições da Toscana, que oferece a seus clientes quartos elegantemente ornamentados com tudo o que tem direito um hotel quatro estrelas

Tão bela é a natureza e a arquitetura que o vinho se torna um detalhe nesta mágica composição de imagens e sensações, em que o turismo vira pedaço fundamental da alma local, como acontece em toda a Toscana. Para os turistas, então, destaque para a piscina ao ar livre, que se impõe aos pés do castelo e sob os olhares do monte que se mistura ao céu na formação da paisagem encantadora.

Com cadeiras em frente à borda e um gramado extenso, o clima no lugar flerta entre o idílico e bucólico e retoma as imagens da Belle Époque; não restam dúvidas que diante de um cenário destes os dias passam calmamente e no compasso da harmonia da feliz Europa do pré-guerra.

O castelo

Paredes de pedra, como deve ser uma fortaleza. Esta vinícola em Siena foi feita sobre medida para durar para sempre. São dezenas de casas e prédios, que se entrelaçam uns sobre os outros, formando um castelo. Se debruçado sobre a piscina os olhos e a imaginação reproduzem a ideia da juventude, de crianças, pueris e lépidas, a brincar e correr e tropeçar sobre as espreguiçadeiras, nas austeras e mais que centenárias paredes da fazenda, o clima é mais sério. Uma irrevogável suspeição se põe no ar na medida em que se caminha pela história.

Para os amantes do vinho uma visita à adega será especialmente interessante. A capacidade de armazenamento dos barris chega a 1.600 hectolitros e o tipo de madeira utilizada varia de acordo com o tipo do vinho.

Para os mais diversos gostos e para as mais diversas pessoas, de todas as idades. Borgo Scopeto é uma atração para todos, um convite para os olhos e para a alma.

A vinícola reúne em sua volta o melhor dos mundos; a exuberância da natureza, conservada, se põe ao lado com o gênio da criação humana. De tudo de bom que a humanidade produziu, muito está na Toscana, em Siena, Florença e nos arredores, e, também, em Borgo Scopeto, essa terra milenar que parece ter nascido com a vocação de driblar o tempo.


Enoarquitetura

Artigo publicado nesta revista


Don Melchor

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 194,40R$ 367,20R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 21,60R$ 64,80R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 64,80 6x R$ 61,20
Assinando agora você GANHA também POSTER DESCRITORES AR Bolsa de Gelo + Par de Taças
Don Melchor

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas