Qual adega comprar?

Escolher uma adega para guardar seus vinhos pode parecer simples, mas, acredite, não basta apenas saber a quantidade de vinhos que você quer proteger

Christian Burgos em 9 de Fevereiro de 2010 às 14:16

Quando comecei a comprar vinhos que não tomaria de imediato, escolhi um armário no escritório de meu apartamento e passei a empilhar garrafas deitadas em um lugar escuro - como manda o figurino - para que a rolha estivesse sempre molhada e assim vedasse adequadamente as garrafas. Fora o malabarismo de ter que retirar as garrafas de cima da pilha e, ao mesmo tempo, segurar as do lado, para poder pegar o vinho desejado (e que sempre está numa das fileiras de baixo), repondo rapidamente a garrafa retirada para manter a estabilidade da pirâmide de vasilhas intacta - exercício que muitas vezes exigia a ajuda dos convidados do almoço (ou jantar) -, tudo ia muito bem durante a primavera.

Num determinado fim-de-semana, abri uma das garrafas para descobrir que não estava ideal, provei uma segunda e também não estava boa. O desespero se abateu sobre mim, terceira garrafa e ruim. O que teria acontecido? Na manhã seguinte, descobri que o sol matutino que entrava pela janela do escritório (que no verão iluminava uma parede), no inverno, dirigia-se diretamente à porta do armário de vinhos, uma verdadeira arma de destruição de vinhos em massa. Nesse momento, economizar na compra da adega climatizada para comprar mais e melhores vinhos materializou-se como uma das coisas mais estúpidas que poderia ter feito.

Todo verão tomo isso como uma lição para todos que almejam colecionar vinhos e esperar sua evolução: façam um curso de astrologia para compreender o movimento do sol em seus escritórios, ou comprem uma adega climatizada.

Vale a pena escolher bem sua adega

Tenha em mente que o valor de seus vinhos na adega é muitas vezes maior que o custo da adega. Frequentemente o preço de uma única garrafa é bem maior do que o da adega que o armazena.

No processo de escolha, algumas questões devem ser levadas em consideração. Em primeiro lugar, pense no tamanho, ou capacidade de garrafas que deseja armazenar. Tendemos a ser conservadores nesse item e, às vezes, sucumbimos a tamanhos inaceitáveis como as de quatro e até oito garrafas que vemos à venda em tantos lugares. Faça as contas baseado em seu consumo e volume de compra. Pense um pouco além de suas necessidades imediatas, projetando-se para um futuro próximo:

(Compra mensal - consumo mensal) x 12 meses Por exemplo: Se você consome duas garrafas por semana e compra 12 por mês, ao final de um ano deve ter capacidade para armazenar 48 garrafas. Nesse ritmo, ao final de dois anos esteja preparado para ter quase 100 garrafas em sua coleção.

A única boa razão para comprar uma adega climatizada de baixa capacidade (quatro ou oito garrafas) é querer guardar uma pequena quantidade de bons vinhos em seu escritório para comemorar aquele contrato especial ou receber bons clientes. Fora isso, opte por tamanhos acima de 20 garrafas sob o risco de passar a colecionar adegas ao invés de vinhos.

Se você estiver iniciando, pode começar acima de 24 garrafas, mas, se possível, foque nos tamanhos de 50, 100, 150 e 200 garrafas, e prepare-se, pois, ao colocar uma adega em casa, você certamente começará a comprar mais vinhos.

No início tendemos a pensar de modo conservador e comprar adegas pequenas. Faça os cálculos e busque uma que se adeque às suas necessidades futuras

Quais vinhos merecem uma adega climatizada

Por definição, todos os vinhos devem ser guardados em local fresco e longe da luz, mas tenha em mente que nem todos são vinhos de guarda ou melhoram com o tempo. Esta última informação é especialmente importante caso você ainda não tenha adega climatizada ou ela tenha chegado ao limite de sua capacidade e você tenha que escolher que vinhos ficarão protegidos até sua decisão por uma nova.

Decoração

Para os amantes do vinho, isso sempre foi uma verdade, o vinho e seus acessórios projetam a personalidade de seu dono quando integrados à decoração da casa, mas, hoje, todos reconhecem a aura de refinamento, estilo e cultura que o tema vinho agrega aos mais diversos ambientes. Você vai encontrar modelos clássicos em cor preta ou aço escovado, mas pode inovar com modelos coloridos com visuais modernos ou retrô. Para quem quer inovar com tradição, algumas adegas são revestidas com caixas de madeira de grandes vinhos. O único cuidado é aliar a beleza ao aspecto funcional.

  1. Art des Caves Retrô sob encomenda
  2. Art des Caves Prestige 93 garrafas R$ 13.392
  3. Art des Caves Sophistiqué 40 39 garrafas R$ 3.765

Garantia e manutenção

As boas adegas não costumam quebrar, mas atente para a reputação do fabricante, seus distribuidores e rede de assistência técnica. No caso de sua adega ter um problema técnico, é crucial solucioná-lo rapidamente. Lembre-se que a essa altura sua adega estará guardando e protegendo seus tesouros e o importante é evitar que seus vinhos sejam prejudicados. As empresas devem oferecer visitas de reparos em casa e com rapidez, não importando se o produto está dentro da garantia ou não. Opte por firmas com boa reputação e histórico no País, que costumam atender um chamado técnico em até 12 horas nas capitais.

Se sua adega parar de funcionar, não abra a porta, deixe-a fechada até a assistência técnica chegar, assim você manterá a temperatura interna climatizada por mais tempo. Algumas poucas empresas oferecem aos proprietários de vinhos absolutamente especiais a possibilidade de guarda de seus vinhos se a adega tiver que ser retirada para reparo.

A temperatura ideal

Os modelos cujos mostradores de temperatura e botões de programação ficam no exterior da adega são ideais, pois evitam que você tenha que abri-la desnecessariamente para poder vê-lo ou programá-lo.

Para programar sua adega, leve em conta que as temperaturas ideais de guarda e de consumo não são as mesmas. Para evolução do vinho, a temperatura ideal está entre 14 e 18oC - o vinho tinto é o único que tem temperaturas de guarda e consumo idênticas.

Atente para a reputação do fabricante e rede de assistência técnica. No caso de problemas técnicos, é crucial solucionálos rapidamente para preservar seus vinhos

No caso dos brancos e espumantes, se você optar por mantê-los para guarda, precisará resfriá-los na hora do consumo, mas não se sinta mal se preferir manter sua adega próxima a 6oC para que seus espumantes e brancos jovens possam sair da adega direto para a taça. Algumas apresentam a solução ideal e possuem repartições diferentes em que acomodam até três tipos de temperatura.

Nas adegas grandes (acima de 100 garrafas), este efeito pode ser parcialmente alcançado levando em conta que as prateleiras de baixo apresentam temperatura mais baixa que as superiores, e dispondo os vinhos de acordo.

Proteção

Fechaduras também são muito desejáveis, pois, no fundo, sua adega é um cofre que fica exposto. Alguns modelos customizados já possuem leitura biométrica de impressão digital para abertura.

O fluxo livre de ar é uma das razões pelas quais as gavetas devem ser vazadas, de forma que a circulação interna de ar mantenha todas as garrafas em sua temperatura ideal.

A adega ideal é inerte, pois diferentes odores podem afetar o vinho. Algumas marcas apresentam filtros de carvão ativado para garantir um ar interno de alta qualidade, livre de poeira, resíduos e cheiros. Algumas grandes adegas apresentam belas gavetas em madeira, mas, nesse caso, a madeira deve ser especial para não prejudicar os vinhos.

  1. Art des Caves Triade 154 garrafas R$ 19.500
  2. Brastemp Gourmand Wine Cooler 40 garrafas R$ 1.999
  3. Viking 150 garrafas R$ 30.545


Eurocave Compact 53 garrafas R$ 7.500

Luz

As portas de vidro agregam grande beleza estética para a adega e para o ambiente, mas busque as que apresentam vidros especiais que protejam seus vinhos dos raios UV. Dessa forma, ela não precisa ficar escondida num quarto escuro para garantir a proteção contra a luz.

Iluminação interna: Embora a luz em geral seja nociva aos vinhos, algumas adegas possuem iluminação interna para serem ligadas na hora da escolha dos vinhos. Nesse caso, opte por adegas com lâmpadas que não geram calor.

Espaço e acesso aos vinhos

Para que você tenha acesso fácil aos vinhos, dê preferência a modelos com gavetas basculantes. Dessa forma você pode apreciar suas garrafas e escolhê-las sem ter que ficar puxando as garrafas e correr o risco de danificar seus rótulos.

Certifique-se de que o local para acondicionar as garrafas tenha espaço suficiente para vasilhas de borgonhas e champagnes, que são mais bojudos. Além disso, é desejável algum espaço para garrafas com formatos especiais como magnuns e double magnuns. Veja também se as prateleiras podem ser removidas, de forma que, ao tirar uma delas, você ganhe altura suficiente para mais garrafas em formato especial do que a capacidade originalmente especificada - embora dessa maneira você perca capacidade em número de garrafas. Mas alguns enófilos são compulsivos por formatos especiais, que além de belos, são os melhores para a evolução de vinhos.

  1. Art des Caves Avant Garde 200 garrafas R$ 14.040
  2. Dynasty 25220 54 garrafas R$ 2.060
  3. Liebherr W 14300 143 garrafas R$ 23.520

Alarme

Dê preferência a adegas que lhe avisem se algo está errado, como porta aberta e pane de energia, através de alarme sonoro.

Sistemas de refrigeração: o ponto central

Aqui está o coração de sua adega e se você tiver que escolher alguma coisa para prestar atenção é nisso. Existem, a grosso modo, dois tipos de sistema de refrigeração: por compressores e por troca de calor.

Nos sistemas a compressor, certifique-se de comprar uma adega com compressores de baixa vibração, a fim de que, ao final de anos e anos de guarda, você não termine tomando "vinho shake". Fuja das adegas com compressores normais de geladeiras. Ainda nesse quesito, faça questão de comprar modelos com compressores silenciosos. Não precisamos explicar que uma geladeira na sala incomoda bastante.

Lembre-se que os motores vibram muito quando são ligados e uma boa vedação diminuirá a perda de temperatura ideal. Assim, além de economizar energia, seu compressor será iniciado menos vezes.

O ponto central na hora de comprar uma adega climatizada deve ser o seu sistema de refrigeração. Cuidado com sistemas de troca de calor e compressores de muita vibração

Sendo o coração da adega, alguns cuidados para proteger os compressores são ideais, como modelos da Art des Caves que possuem uma proteção contra quedas de energia e não reiniciam seu compressor a cada piscada de luz, evitando trancos no motor.

As adegas que não utilizam compressores trazem o benefício de não trepidar e não fazer barulho, mas, ao utilizar sistemas por troca de calor, devem ser avaliadas com cuidado. Verifique as especificações técnicas, pois este sistema é quase sempre desenvolvido para climas temperados em que a temperatura não ultrapassa os 25oC. Nesse sistema, a adega trabalha diminuindo sua temperatura interna em relação ao ambiente externo. Como a temperatura ideal para uma adega varia entre 8 e 18oC, em locais em que a temperatura pode ficar acima de 25oC, o sistema é ineficaz para proteger seus vinhos.

O Brasil é muito bem servido de marcas de adegas, sendo assim, apresentamos alguns modelos nas capacidades de 30 garrafas, 50 garrafas, 90 garrafas, 150 garrafas e 200 garrafas no decorrer desta matéria para exemplificar sua opções e ajudá-lo a fazer a melhor escolha.



  1. Dynasty 25225 27 garrafas R$ 890
  2. GE 29 garrafas R$ 1.999
  3. LG 41 garrafas R$ 2.699

Escola do vinho adega climatizada Art des Caves Brastemp Gourmand Wine Cooler Viking Eurocave Compact 53 Dynasty 25220 Liebherr W 14300

Artigo publicado nesta revista

10 vinhos para harmonizar com fondue & queijo

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 194,40R$ 345,60R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 21,60R$ 86,40R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também POSTER DESCRITORES AR GUIA ADEGA 2016/2017
10 vinhos para harmonizar com fondue & queijo

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar



Receba o boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas