Saúde

Quantas calorias tem uma taça de vinho?

Como calcular a quantidade exata de calorias em uma taça de vinho


 Dieta e exercícios são as palavras de ordem no verão. Muita coisa - boa, claro - é cortada do cardápio. Muito sacrifício é feito. Lá se vão carboidratos e açúcares... Mas e o vinho? Precisa mesmo entrar nessa lista de itens proibidos?

Talvez não... Mas, para ter certeza, é interessante saber o quanto uma despretensiosa taça de vinho representa na sua dieta diária. A conta é um pouco complicada, mas é possível saber. Vejamos: uma taça de 150 ml pode ter de 100 a 300 calorias em média. Sim, essa variação é grande pois depende do tipo da bebida. Um tinto de 12% de volume de álcool deve ter aproximadamente 175 calorias. Vale lembrar que a maior parte do valor energético vem do álcool, com 7 calorias por grama. Outra grande parte é devida ao açúcar residual da uva, cerca de 4 calorias por grama. Ou seja, vinhos doces e com alto teor de alcoólico, como os Vinhos do Porto, por exemplo, são bem mais calóricos do que um branco seco de baixa graduação de álcool.

Quer um cálculo mais preciso? É preciso levar em consideração o tamanho da taça (em gramas) e multiplicar esse número pela porcentagem de álcool da bebida e depois ainda fazer isso vezes sete. Essa parte da conta revela apenas as calorias do álcool. A elas devem ser somadas as calorias dos carboidratos (açúcares), que são dadas pelo grau de açúcar multiplicado pelo tamanho da taça (em litros) vezes quatro. Descobrir o grau de açúcar de um vinho, porém, não é tarefa tão simples.

Enfim, o vinho (assim como nenhuma outra bebida alcoólica) não é de baixo teor calórico. Mas isso não significa que é preciso correr para a academia logo depois da degustação. Uma caminhada já resolve o problema. Mas, quem pensa nele como álcool e calorias, dificilmente vai conseguir desfrutá-lo de verdade.

academiaUma taça, uma hora de academia

Há poucos anos, pesquisadores canadenses anunciaram que uma taça de vinho tinto pode equivaler a uma hora de exercícios na academia. Pode até parecer contrassenso, mas a explicação está nos compostos fenólicos da bebida e especialmente no resveratrol, que melhora o desempenho físico aumentando a frequência cardíaca e a força dos músculos, podendo ainda contribuir com o desempenho durante o próprio exercício.

Da redação

Publicado em 7 de Janeiro de 2019 às 12:00


Notícias calorias academia vinho e saúde saúde e vinho saúde quantas calorias tem uma taça de vinho

Artigo publicado nesta revista