Mundovino

Vincerò

Terceira edição da Vini Vinci movimentou enófilos do Rio de Janeiro e São Paulo


fotos: divulgação

A Vinci nasceu em 2007 para poder atender com mais cuidado alguns dos grandes nomes do vasto portfólio da Mistral. Nesse meio tempo, ela parece mesmo tomar rumos distintos de sua empresa "irmã" - cujo proprietário também é o empreendedor sagaz Ciro Lilla - e, em 2011, realizou mais uma edição do Vini Vinci, um evento bienal que reúne algumas das principais estrelas de seu catálogo.

fotos: divulgação

A reunião deste ano ocorreu de 23 a 25 de maio no Rio de Janeiro e São Paulo. O Sofitel da capital carioca recebeu os cerca de 30 produtores do mundo todo no primeiro dia e, depois, nos dois dias seguintes, foi a vez do Grand Hyatt, em São Paulo, reunir essa gente toda que estava apresentando diversas novidades entre os mais de 200 rótulos selecionados para um público sedento por conhecer o que de melhor existe em diversas regiões vinícolas mundo afora.

O evento foi disputado e não era por menos, já que muitos dos principais vinhos estavam sendo apresentados pelos próprios proprietários das vinícolas ou então pelos enólogos responsáveis. É sempre uma oportunidade diferente degustar trocando ideias com quem os produziu como José Manuel Ortega Fournier, por exemplo, com seus projetos na Espanha, Argentina e Chile; ou no concorridíssimo estande da Viña Tondonia, entre tantos outros craques que estavam presentes.

São tantos os vinhos a provar que, em um primeiro momento, pode-se ficar perdido sem saber para qual estande seguir. No entanto, basta chegar perto de algum produtor para que o tempo pare enquanto se degusta algumas das preciosidades que estão sobre a mesa e não seja possível sair de lá até provar toda a gama de produtos, deleitando-se a cada gole.

Vini Vinci 2011 - Por Arnaldo Grizzo

Publicado em 27 de Junho de 2011 às 12:22


Mundovino

Artigo publicado nesta revista