Eventos, estudos e fatos


TINTO FAZ BEM PARA OS OLHOS
O consumo moderado de vinho tinto pode reduzir em 50% as chances de desenvolver qualquer tipo de catarata. É o que revela a pesquisa do Grupo de Estudo do Olho Reykjavik que acompanhou por cinco anos 846 pessoas da Islândia com mais de 50 anos. Do total de participantes, 318 foram classifi cados como bebedores, sendo que 300 deles moderados e 18 exagerados.

#R#

O grupo foi acompanhado por cinco anos e constatou-se que 32.2% dos abstêmios e 22% dos que bebiam desenvolveram a catarata. Entre os que bebem, os riscos são maiores para os que preferem cerveja, seguidos dos consumidores de licor e, por último, de vinho tinto. As infl uências do vinho branco não foram analisadas, pois o consumo não era comum entre os participantes islandeses. O estudo também levou em consideração a idade, se é fumante, diabético e outros fatores para chegar a esses resultados.

TINTO FAZ BEM PARA OS OLHOS
O consumo moderado de vinho tinto pode reduzir em 50% as chances de desenvolver qualquer tipo de catarata. É o que revela a pesquisa do Grupo de Estudo do Olho Reykjavik que acompanhou por cinco anos 846 pessoas da Islândia com mais de 50 anos. Do total de participantes, 318 foram classifi cados como bebedores, sendo que 300 deles moderados e 18 exagerados. O grupo foi acompanhado por cinco anos e constatou-se que 32.2% dos abstêmios e 22% dos que bebiam desenvolveram a catarata.

Entre os que bebem, os riscos são maiores para os que preferem cerveja, seguidos dos consumidores de licor e, por último, de vinho tinto. As infl uências do vinho branco não foram analisadas, pois o consumo não era comum entre os participantes islandeses. O estudo também levou em consideração a idade, se é fumante, diabético e outros fatores para chegar a esses resultados.

INVENÇÃO FRANCESA PROMETE ELIMINAR O "GOSTO DE ROLHA"
Um bioquímico e um enólogo de Borgonha, Gerárd Michel e Laurent Villaume, inventaram um kit que promete eliminar o famoso "gosto de rolha" ou TCA (Trichloroanisole) de uma garrafa de vinho em menos de uma hora. Quando um vinho está com o tal sabor os franceses o chamam de bouchonné, enquanto os ingleses de corked, por exemplo. Batizado de Dream Taste (Sabor dos Sonhos), fotos e ilustração: Big Box of the Arto sistema consiste em despejar o vinho em uma vasilha onde é depositado um material ionizado, que tem formato de um cacho de uvas, e absorve as moléculas TCA.

Os criadores dizem que o sistema funciona em vinhos tintos, brancos e espumantes e que foram realizados milhares de testes com degustadores experientes. O jornal francês fez o teste com uma garrafa de vinho e afi rmou que levou uma hora para a bebida perder o defeito desagradável tanto no gosto quanto no aroma. O kit já está à venda no mercado francês desde junho deste ano pelo valor de 40 euros.

foto: divulgaçãoRECEITAS COLHIDAS NA FAZENDA
Anos e anos colecionando receitas de amigos que visitavam sua fazenda em São Carlos, interior de São Paulo, Helena Carvalhosa, bisneta do Conde e da Condessa do Pinhal resultaram em um livro com mais de 200 pratos, doces e bebidas: "Fazenda Pinhal - Caderno de receitas e histórias de família", Editora Terceiro Nome. Entre os 120 amigos que colaboraram com o delicioso acervo estão Josimar Melo, Maria Helena Guimarães, Antonio Maschio, Olívia Byington, Paula Dip, Silvia Percussi, Tuna Dwek e Thomaz Farkas.

Para todas as receitas, Antonio Novaes criou ilustrações inéditas. A fazenda Pinhal, um importante conjunto arquitetônico remanescente do segundo Ciclo do Café e tombado como patrimônio histórico, também pode ser conferida pelas lentes dos fotógrafos Guilherme Gaensly, Jorge da Cunha Lima, Claudio Edinger e Nellie Solitrenick. A obra traz um belo projeto gráfi co de Mayumi Okuyama e de Carlito Carvalhosa, vencedor do último Prêmio Jabuti de Produção Editorial. "Fazenda Pinhal - Caderno de receitas e histórias de família" - Editora Terceiro Nome Preço: R$ 62 (252 págs.) - www.terceironome.com.br

#Q#

QUALIDADE À PROVA
O clube de vinhos Fórum Prior do Crato (Portugal) conseguiu o quase improvável. Reuniu em torno da mesma mesa no palácio de São Vicente, em Lisboa, 17 renomados enólogos para provar os vinhos uns dos outros e dar notas. A idéia do clube é classifi car, após uma prova cega, de zero a 100 a qualidade do vinho. Apenas as amostras com média superior a 85 entrarão na adega do clube. Os sócios terão acesso a esses vinhos, pagando um mínimo de 100 euros por ano, valor equivalente à seleção de vinhos entregues. O encontro foi tão produtivo que os enólogos decidiram que, além de fazerem outras sessões de prova, eles promoverão ações de formação de enólogos e abrirão as casas onde trabalham a visitas de interessados. Outras informações, envie seu e-mail para forum@enoteca.pt ou pelo telefone 228 314 204.

KEEP COOLER, O RETORNO
Repaginada e mais alcoólica, a bebida de grande sucesso no fi nal dos anos 80 pretende reconquistar os jovens. Embora não tenha saído do mercado e tenha se mantido líder no segmento, a marca estava estagnada. A nova versão da Cooperativa Vinícola Aurora para as baladas, o Keep Cooler Black, tem 6,8% de teor alcoólico e oferece os sabores citrus, morango e pêssego. "O jovem está mais exigente e busca sempre novas opções de consumo, daí o Keep Cooler Black", explica Alem Guerra, diretor de marketing da Vinícola Aurora. Já o Keep Coller Classic mantém os originais 5,2% de álcool em garrafas 275 ml. A bebida é elaborada com vinho branco base e suco natural de frutas. No fi nal do processo, quando atinge a graduação alcoólica desejada e a estabilização necessária, recebe a gaseifi cação.

COM QUE VINHO EU VOU?
Com uma linguagem simples e acessível, o "Guia Prático de Harmonização Gastronômica com Vinhos e Espumantes Brasileiros", de Paulo Milreu, publicado pela AW Editora, cumpre a missão orientar o consumidor a saborear um vinho que harmonize uma refeição e possiblite decifrar todos os sabores de cada prato. Ao longo de dois anos de pesquisas, testes e degustações de pratos do dia-a-dia com as uvas indicadas, o autor reuniu, com a colaboração do especialista em enogastronomia Renato Frascino, mais de 277 variações.

O cardápio inclui o tradicional spaghetti ao sugo, a popular feijoada, o fi lé à parmegiana, uma suculenta pizza de mussarela e fi naliza com doces variados. É a culinária brasileira combinando com mais de 159 diferentes tipos de vinhos de 20 vinícolas brasileiras. A cozinha internacional, como a francesa, portuguesa e japonesa, também se faz presente em alguns capítulos. "Guia Prático de Harmonização Gastronômica com Vinhos e Espumantes Brasileiros" Preço: R$ 35 - www.guiapraticodevinhos.com.br

fotos: divulgaçãoPARA CURIOSOS
A Editora Mauad lançou o livro "110 curiosidades sobre o mundo dos vinhos - Noite adentro com aromas e sabores", de Euclides Penedo Borges. O autor é vice-presidente da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS) no Rio de Janeiro e professor e orientador de grupos de degustação na mesma associação. Euclides também assina, desde 1995, a coluna "Curiosidades enológicas", no informativo mensal da ABS, com textos que se revelaram uma valiosa pesquisa sobre a bebida. O livro é a coletânea dos 110 artigos publicados na coluna desde então, atualizados ou modifi cados com a passagem dos anos ou mesmo da opinião do autor.

O também autor de O ABC ilustrado da vinha e do vinho, lançado em 2004, afirma: "Diferentemente da minha primeira obra que tem um caráter mais didático, quis compor um livro que fosse de fácil leitura, podendo ser degustado em qualquer ordem". Euclides Penedo Borges é diretor técnico da vinícola Finca Don Otaviano, em Mendoza, Argentina. "110 curiosidades sobre o mundo dos vinhos - Noite adentro com aromas e sabores" - Editora Mauad, Rio de Janeiro, 2005 - Preço: R$ 32

Da redação

Publicado em 13 de Fevereiro de 2006 às 11:55


Mundovino

Artigo publicado nesta revista