Revista ADEGA

Feira para o consumidor

Eventos do Mundo do Vinho

Da redação em 1 de Dezembro de 2010 às 08:38


De 23 a 25 de novembro, quem frequentou o tradicional Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo, teve a oportunidade de conhecer um pouco mais do mundo do vinho e, mais do que isso, aproveitar para adquirir bons rótulos com descontos e encher a adega para as festas de fim de ano. Esse foi o intuito da Abravinis, uma feira inteiramente voltada para o consumidor final.
Nos três dias de evento, importadores como Mistral, World Wine, Interfood, Max Brands, Concha y Toro, Adega Alentejana etc e produtores nacionais como Casa Valduga e Salton, por exemplo, expuseram diversos rótulos a preços especiais para atrair os consumidores. Com um conceito interessante e inovador, a feira recebeu cerca de 1.000 consumidores que, mais do que simplesmente degustar os vinhos dos expositores, podiam realmente adquiri-los na saída. Assim, todos os que visitaram a Abravinis saíram de lá com pelo menos uma garrafa, já que 50% do valor do ingresso era revertido em um voucher para a compra.

Além de bons descontos, compras acima de R$ 400 podiam ser parceladas em duas vezes. Assim, muita gente não teve dúvida e encheu o carrinho com diversos espumantes para celebrar as festas de fim de ano, mas também com vinhos tintos, brancos, rosés e doces que se destacaram em diversas faixas de preço.
Um ponto negativo foram as taças inadequadas para degustação de bons vinhos, problema que foi solucionado para o terceiro dia do evento. Para o próximo ano, a organização planeja avanços, como funcionamento e abertura a partir das 17 horas nos dias de semana.
"Foi uma boa oportunidade apresentar e vender os produtos da Casa Valduga para um público diferente e qualificado", ressaltou Álvaro Dias, gerente regional da Família Valduga. "Foi muito bom ter a oportunidade de mostrar a Perez Cruz para um público muito bom e comprador", falou Pablo Aguillera, representante da vinícola chilena, que estava no estande da Abflug. "A meta para o próximo ano é aumentar o número de visitantes sem perder a qualificação", atesta Domingos Meirelles, da Exponor.

ADEGA esteve na Abravinis e aponta aqui o que de melhor trouxe cada expositor.

VIETTI LANGHE NEBBIOLO PERBACCO 2007
Piemonte, Itália (Mistral). Belo exemplar elaborado com uvas Nebbiolo - a mesma do Barolo. Boa complexidade, estrutura e acidez. Está bom agora, mas pode envelhecer bem.

NAVARRO CORREAS ALEGORIA TARDIO 2006
Mendoza, Argentina (Interfood). Ótimo branco doce. Aromas complexos de frutas cítricas, frutos secos e mel. Em boca,é untuoso, concentrado e de ótima acidez, o que o torna muito agradável de beber.

CONCHA Y TORO TRIO RESERVA CABERNET SAUVIGNON SHIRAZ E CABERNET FRANC 2006
Maipo, Chile (VCT). Merece ser provado. Tinto limpo, frutado, de boa acidez, taninos macios e persistência média/longa. Equilibrado, sem arestas, fácil e gostoso de beber.

CINCO TIERRAS TORRONTÉS 2009
Mendoza, Argentina (MS Import). Belo exemplar de Torrontés. Típicos aromas cítricos e florais. Branco direto, limpo, fresco. Tem boa acidez, pedindo sempre mais um gole.

#Q#

SANTA ALÍCIA MILLANTU 2006
Maipo, Chile (Max Brands). Corte de Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Carménère. Elegante, complexo e persistente. Tem fruta madura, boa acidez e taninos macios. Acima da média na sua faixa de preço.

ANTÔNIO SARAMAGO RISCO 2008
Península de Setúbal, Portugal (Viníssimo). Tinto 100% Castelão. Possui agradáveis aromas de frutas negras maduras. É frutado, redondo, tem boa acidez e taninos macios.

CHÂTEAU LAFOUX 2009
Provence, França (World Wine). Rosado acima da média. Aromas de frutas brancas e vermelhas frescas, bem como notas minerais e herbáceas. É complexo, fresco e elegante. Final de boa persistência.

CHÂTEAU LOS BOLDOS MOMENTOS CARMÉNÈRE 2009
Rapel, Chile (La Pastina). Nariz de frutas negras maduras e de especiarias. É redondo e estruturado, com madeira bem integrada. Tem boa acidez e média persistência. Surpreende pela harmonia do conjunto.

SALTON 100 ANOS TINTO
Rio Grande do Sul, Brasil. Vinho elaborado em comemoração aos 100 anos da Salton. Aromas de frutas negras maduras, especiarias doces e chocolate. No palato, é redondo, sedoso e equilibrado, com a madeira bem integrada. Já está bom, mas deve melhorar com o tempo.

DOMNO PONTO NERO ROSÉ BRUT
Rio Grande do Sul, Brasil. Espumante rosado composto de Chardonnay Pinot Noir. Nariz frutado e jovial, lembrando frutas vermelhas frescas. No palato, é equilibrado, macio, tem boa acidez e é muito agradável de beber.

PAULO LAUREANO PREMIUM TINTO 2008
Alentejo, Portugal (Adega Alentejana). Ótimo tinto de entrada que justifica a fama de Paulo Laureano. Aromas de frutas negras maduras, além de notas tostadas e de chocolate. É frutado, equilibrado e muito fácil de beber.

EL DESCANSO ESTATE SAUVIGNON BLANC 2010
Colchagua, Chile (Abflug). Típico branco de Sauvignon Blanc, com aromas de frutas cítricas e agradável nota herbácea. Em boca, é direto, limpo e possui acidez refrescante. Fácil de beber e de gostar.

MARTÍN CÓDAX LÍAS 2006
Rías Baixas, Espanha (Península). Ótimo exemplar de Albariño. Aromas intensos de frutas brancas maduras, notas minerais e de baunilha. Em boca, é frutado, profundo, delicado e complexo. Tem ótima acidez e boa persistência.

CAVAS SUBMARINAS PINOT NOIR CARMÉNÈRE 2007
Itata, Chile (Sabrage). Esse tinto estagia em cofres submersos no Oceano Pacífico. Aromas de frutas silvestres maduras, além de notas de chocolate e tabaco. Em boca, é frutado, redondo, tem boa acidez e final médio/longo. Merece ser provado pela curiosidade e pelo corte inusitado de Pinot Noir e Carménère.

CASA VALDUGA PROSECCO 2008
Rio Grande do Sul, Brasil. Espumante de uvas Prosecco. Aromas delicados de frutas brancas e tostado. Na boca, tem boa acidez. É fino e elegante, confirmando seus aromas. Vinho bem feito, fácil de agradar.

#Q#

BEYERSKLOOF SINERGY CAPE BLEND 2007
Stellenbosch, África do Sul (Maison des Caves). Pinotage, Shiraz, Cabernet Sauvignon e Merlot. Aromas de frutas negras maduras e notas de especiarias. Em boca, é frutado, estruturado e balanceado. Taninos macios e boa persistência. Elegante e equilibrado.

COBOS FELINO MALBEC 2008
Mendoza, Argentina (Grand Cru). Intensos aromas de frutas maduras, notas florais e de especiarias. Em boca, é frutado, estruturado, tem taninos macios e persistência média/ longa. Equilibrado e diferenciado.


Artigo

Artigo publicado nesta revista

Revista ADEGA 62 · Dezembro/2010 · Harmonização perfeita

12 vinhos que você precisa ter em casa para harmonizar com tudo


Douro Primeira Prova

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
Digital
1 ano
Digital
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaDigitalDigital
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241224
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 432,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 64,80R$ 100,00
Desconto
EconomizaR$ 151,20R$ 332,00
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também Guia ADEGA Guia ADEGA Vinhos do Brasil 2018/2019 + Poster "as cores do vinho"

Boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas