Nova cultura favorece crescimento de bares de vinho em Paris

Bares de vinho são uma alternativa para fugir da formalidade dos tradicionais restaurantes franceses


Vivant Cave

Ambiente do Vivant Cave

Os turistas enófilos que vão à capital francesa estão encontrando novas alternativas na hora de degustar um vinho em taça “sem compromisso”. Há três anos, uma nova geração de bares de vinho nasceu em Paris, oferecendo as pessoas uma nova opção para socializar, apreciar bons vinhos com um menu frugal, sempre precisar enfrentar o tradicionalismo (e o formalismo) dos restaurantes franceses.

Os ditos bars à vin não oferecem vinhos em taça e menus simples, além de não aceitarem reservas, ou seja, não é preciso planejar com meses de antecedência. Os bares costumam oferecer garrafas a preços modestos, pratos mais rápidos e uma nova maneira de aprender a desfrutar os vinhos. “Houve uma mudança cultural na França.As pessoas costumavam apenas socializar em torno de grandes refeições. Agora, é aceitável se encontrar para uma garrafa de vinho e alguns aperitivos”, afirma proprietário da Paris Wine Company, Joshua Adler.

Alguns dos estabelecimentos em que se pode apreciar um bom vinho acompanhado de alguns petiscos e pratos menos formais são (segundo indicação do jornal New York Times): Vivant Cave, Ambassade de Bourgogne –bar dedicado aos produtores de vinho de Borgonha –, Verjus Bar à Vins – que une características da culinária americana com os vinhos franceses –, Le Verre Volé, Le Dauphin e Au Passage.

Da redação

Publicado em 11 de Outubro de 2013 às 12:00


Notícias bares de vinho paris nova cultura