Produção global de vinhos vai cair 4% neste ano, dizem especialistas

De acordo com o relatório do Rabobank, haverá uma queda na produção, apesar dos maiores rendimentos da França em relação ao ano passado


 

Chile, Itália, Argentina e Austrália vão registrar quedas significativas nos rendimentos anuais. Estados Unidos e Espanha também terão as produções um pouco menores neste ano, depois de colheitas abundantes em 2013. Em entrevista, representantes do Rabobank declararam: “A Organização Internacional do Vinho (OIV) ainda vai divulgar estimativas oficiais, mas nós acreditamos que a produção global vai registrar queda oscilando entre 2% e 4%”.

No Chile, a produção já despencou 23% neste ano devido às tempestades de geada no país. O fenômeno afetou principalmente as uvas brancas. Na Itália, houve queda de 15% em virtude do mau tempo e de uma colheita fraca na Sicília. O Rabobank disse que a França mostraria melhora em comparação ao ano passado, mas a região de Languedoc registrou queda em razão do clima também. A safra de 2014 na Austrália veio com o déficit de 7%, e a Argentina marcou queda de 8% para este ano.

Surpreendentemente, a Nova Zelândia atinge um novo recorde na produção, alcançando a marca dos 29% de superávit em relação ao ano de 2013. Estados Unidos e Espanha provavelmente registrarão leve queda este ano, declarou o Rabobank. 

Da redação

Publicado em 15 de Outubro de 2014 às 17:39


Notícias Produção global vinhos queda