Suspeito de falsificar vinhos é condenado

Corte inglesa mandou prender Spyros Constantinos, que causou prejuízo de cerca de 1 milhão de libras a investidores no Reino Unido


(foto ilustrativa)

Após falir seu próprio negócio de vinhos, a empresa Bordeaux Wine Consultants, o empresário foi proibido de ter empresas do mesmo ramo até o ano de 2017. No entanto, continuou atuando no mercado convencendo clientes a investirem no empreendimento. No lugar de comprar os vinhos, e investir na empresa, gastava o valor arrecadado com férias em família, nos Estados Unidos.

Constantinos alega não ser desonesto e que apenas foi deixado “na mão” por um fornecedor russo. Mesmo assim, a Corte inglesa condenou o empresário a oito anos de prisão, sentença mais dura já promulgada contra fraudadores na última década. 

Da redação

Publicado em 14 de Setembro de 2015 às 09:14