Mundovino

Pós-Covid: conheça cinco formas para recuperar seu olfato e paladar enquanto se recupera

Dicas foram dadas por diversos especialistas mundo afora


Perda de aroma e paladar Covid-19

A perda de olfato e paladar é um dos sintomas da Covid-19

A Covid-19 trouxe problemas inumeráveis para o mundo todo.

Um deles, com certeza muito menor perto da catástrofe mundial, mas que afetou diversos profissionais do setor do vinho foi a perda de olfato e paladar. Alguns relatos dizem que os sentidos só retornaram depois de meses.

» Bierzo, a região que produz os novos ícones espanhóis

Para ajudar no pós-covid, dicas de especialistas do mundo todo foram compiladas pelo site britânico The Drink business.

Aqui, reservamos cinco técnicas para poder ajudar seus sentidos a entrar no caminho da recuperação:

1.Procure provar uma variedade maior de frutas e vegetais

Comece com frutas e legumes de preferência sazonais, a fim de ter ingestão de boa quantidade de antioxidantes e vitaminas B. Segundo o médico professor Sven Saussez, autor de diversos estudos sobre a área, frutas e legumes permitem uma melhor recuperação nervosa do paladar e são fundamentais para reabilitar o olfato.

2. Busque melhorar sua saúde bucal

Com a saúde bucal em dia, as infecções não se aproximam. Um relatório da Federação Mundial de Odontologia, com sede na Suíça, publicado em março, diz que pessoas com habito de escovar os dentes duas a três vezes ao dia é considerado seguro para manter bactérias boas na boca mantendo as ruins longe.

Como retomar os sentidos pós-covid

É necessário treinar o cérebro novamente

3. Equilibre o salgado com o doce

Manter o equilíbrio de proteínas, carboidratos, gorduras, bem como doces é ideal para manter a energia e peso saudáveis, porém a Forbes, apresentou estudos da Universidade de Bangor – no País de Gales, mostrando que o açúcar demais não faz nada bem no tratamento. Bebidas açucaradas podem impedir que pessoas detectem sabores doces.

4. Treine o seu cérebro com exercícios do sabor

O cérebro é peça fundamental na degustação e percepção do sabor. Aromas e sabores estão fortemente ligados e estimular o olfato é essencial para construir seu repertório de gostos e cheiros. Quando uma pessoa sofre de Covid-19, ela pode ter anosmia (perda de olfato), e com isso, o treino de memória olfativa precisa ser feito várias vezes ao dia com o objetivo de reconectar cheiros às palavras. Quanto maior o estimulo, melhor você fica.

5. Mude de ambiente olfativo

Tente se desafiar treinando suas narinas na rua, num jardim ou mesmo na cozinha da sua casa. Isso significa reintroduzir diferentes itens aromáticos em diferentes espaços físicos. O café fresco na padaria ou mesmo as folhas de eucalipto em um parque, sabonetes, geleias de frutas, especiarias e flores podem ajudar muito e as opções são infinitas.

Devido a muitos casos de perda de olfato e paladar, foi criado até um kit sensorial lançado pelo grupo de vinhos Sogrape de Portugal, que uniu cientistas da Universidade de Aveiro em esforço para reabilitar pacientes que perderam o olfato devido ao Covid-19.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Assine ADEGA

Glaucia Balbachan

Publicado em 16 de Outubro de 2021 às 15:00


Mundovino Covid-19 Perda de sentidos Aroma Olfato Retomar os sentidos Coronavirus