Clericot: um dos drinques mais tomados no verão

Misturando vinho branco ou espumante com frutas, o Clericot é o drinque das praias e piscinas


O nome é de origem francesa (pronuncia-se clericô), mas há quem diga que tenha surgido na Índia na época da dominação inglesa – e teria sido feito por ingleses para aplacar o calor. Hoje, o Clericot é famoso na Argentina e especialmente no Uruguai. No entanto, já rompeu fronteiras e está presente em diversos lugares, cada um com uma receita diferente. A base comum, contudo, parece ser sempre algum vinho branco.

Acredita-se que a receita original tinha Jerez, algum destilado, tipo brandy, soda e suco de alguma fruta cítrica. Atualmente, porém, o Clericot costuma ser feito com vinho branco seco (ou então espumante), água com gás (ou soda), licores diversos e/ou Cognac, e uma “salada de frutas” (principalmente cítricas), além de açúcar e gelo a gosto. Com esses ingredientes, as variações são infinitas e cada lugar apresenta uma versão.


Heresia para alguns (misturar tantas coisas no vinho), o Clericot, assim como a sangria (cuja principal variação é ser feita com vinho tinto e não com branco), é uma das maneiras de tornar o vinho uma bebida mais refrescante em época de intenso calor. Não à toa, é um dos drinques mais servidos em quiosques de praias e piscinas.


Quem quiser intervir menos no vinho, pode optar por não acrescentar açúcar ou gelo ao fazer seu Clericot. Basta colocar frutas picadas em um vinho meio seco ou então em um espumante Demi-sec, por exemplo. ADEGA apresenta uma sugestão de receita e suas possíveis variações.

 

RECEITA DE CLERICOT
• Frutas picadas a gosto (sugestão: 1 laranja, 1 maçã, 1 pera, ½ abacaxi, 1 kiwi, 5 uvas, 5 morangos)
• Gelo em cubos
• Açúcar a gosto (sugestão 4 colheres de sopa)
• 1 garrafa (750 ml) de vinho branco ou espumante
• 1 dose de destilado ou licor (sugestão: vermute, Cognac, licor de laranja ou cereja)
• Água com gás (ou soda limonada) a gosto

Quer aprender a receita de mais três drinques à base de vinho para você se refrescar no verão? Clique e descubra. 

Arnaldo Grizzo

Publicado em 7 de Setembro de 2018 às 12:00


Notícias

Artigo publicado nesta revista