Vinho - 22.Jun

As 10 maiores marcas de vinhos argentinos


No primeiro quadrimestre de 2012, as importações da indústria vitivinicola argentina foram de 340.9 milhões de dólares e 148.6 milhões de litros, demonstrando um crescimento de 19,4% em valor e 41,4% em volume. Abril foi o mês mais rentável do período, arrecadando 58,9 milhões em valor e 1,58 milhões em volume.  

Um relatório feito pela Caucasia Wine Thinking para vinícolas argentinas classificou as marcas nacionais lideres no primeiro quadrimestre do ano. A vinícola Alamos foi a primeira, tanto em valor quanto em volume, seguida das vinícolas Trapiche e Fuzion, em segundo e terceiro lugar, respectivamente. Em volume os primeiros 5 lugares foram ocupados pelas vinícolas Álamos, Trapiche, Fuzión, Norton e Astica.

Apesar das dificuldades, o vinho em garrafa é o que mais gera dinheiro na cadeia comercial e durante uma década foi o que posicionou a 'marca argentina' nos principais mercados.

divulgação

Mais notícias sobre vinhos...

Patricia Kluge sai do cargo em sua antiga vinícola
Vinhas são declaradas Monumento Histórico
Artista faz exposição de retratos feitos com vinho
Maison Lillet lança primeiro vinho desde 1962
Crushpad, empresa de vinhos personalizados, prevê fechamento

Da redação

Publicado em 22 de Junho de 2012 às 09:51


Notícias