Carioca à francesa

Filial carioca do Le Vin traz carta repleta de bons franceses para acompanhar sua gastronomia


Com três endereços na capital paulista somando seis anos de sucesso, o Le Vin abriu sua primeira filial carioca. O casal de proprietários, Nancy Mattos e Francisco Barroso, apreciadores e conhecedores dos bons vinhos, colocou seu bom gosto e experiência na nova casa. No comando da cozinha está o chef executivo Domingos Pereira Brandão Neto, com a consultoria do chef Marcílio Araújo. A carta de vinhos, elaborada por Katia Lefriec, traz cerca de 230 rótulos, que passeiam por 10 países. A França é, de longe, a origem mais representada com 74 opções (seguida pelo Chile com 31). O que chama a atenção é a bela seleção de Bordeaux de boa qualidade e preço interessante, 13 rótulos abaixo dos R$ 200

Do menu, uma bela entrada são os "Escargots com manteiga de alho e salsa" (R$ 46). Para acompanhar, vai bem um branco untuoso e com madeira, como o argentino Terrazas Reserva Chardonnay 2007 (R$ 22 a taça). Como prato principal, a cozinha oferece vários clássicos de bistrô, como o Cassoulet e o Beuf Bourguignon, que tem seu apoio na carta de vinhos, com boas opções do Madiran e da Borgonha. A escolha campeã, contudo, é o Rim de vitela (R$ 48) com um delicioso molho mostarda, que dá bom uso ao excelente pão da casa. Para acompanhar fique nos Bordeauxs, como os Saint Emilion Grand Crus: Château Graves de Peyroutas 2004 (R$ 129), Château Haut Badon 2005 (R$ 165) e Château La Croix de Chantecaille 2002 (R$ 173). Do Médoc há também ótimas opções em conta: Les Hauts Médoc de Beychevelle 2004 (R$ 189) e o Château La Tour de By 2001 (R$ 178). A bela adega no centro do salão comporta 2 mil garrafas e pode ser visitada. Os vinhos brancos acertadamente ficam em outro local, mais resfriados. As taças são de ótima qualidade e a oferta de vinhos por taças é bem variada, com 29 opções, dentre espumantes, brancos, tintos e doces. Mário Torres pilota o saca-rolhas e aconselha com a humildade e simplicidade adequadas. A única má notícia é que a casa não permite que o cliente traga seu vinho, o que não chega a ser um problema, já que a carta é variada e o preço atraente.

Le Vin, Rua Barão da Torre, 490, Ipanema Rio de Janeiro. Tel: (21) 3502-1002

Marcelo Copello

Publicado em 2 de Abril de 2009 às 07:09


Carta De Vinho

Artigo publicado nesta revista