Cartas

escreva para redacao@revistaadega.com.br


PFV

Gostaria muito de ter participado do jantar da Primum Familiae Vini em São Paulo. Infelizmente, não consegui um convite. Deve ter sido um sonho estar nesse jantar. 11 produtores com 11 vinhos espetaculares. Fiquei ainda super contente de ver o valor que foi arrecadado com o leilão da caixa de vinhos. O pessoal da Childhood deve ter ficado muito feliz com isso. Foi uma bela iniciativa. Parabéns!
Cláudio Ferrante



BEST BUY?

Primeiramente gostaria de parabenizar a todos da equipe da revista ADEGA pela qualidade da revista, tanto em conteúdo quanto em apresentação. Sou um enófilo apaixonado pela revista e a leio há anos, além de gostar de acompanhar os vinhos Best Buy. Verifiquei na seção "Cartas" (edição 56) que, para determinar os vinhos Best Buy é realizado uma conta matemática (média de preços dos vinhos com pontuação semelhante e os que tiverem valor 35% abaixo da média são considerados Best Buy). Confere? No entanto, na edição 60, verifique que há vários vinhos com 91 pontos e o Salmos 2007, cujo valor é R$ 175, é considerado um Best Buy. Porém, na mesma edição, há vários outros vinhos com 91 pontos de menor valor que não foram considerados Best Buy. Tem algum outro motivo para considerá-lo Best Buy?
André Mallmann

André, sim, a explicação para o cálculo dos vinhos Best Buy confere. O que ocorreu na edição 60 é que o Salmos 2007, na verdade, não deveria ter saído como Best Buy. Foi uma falha de revisão. Dos vinhos de 91 pontos na edição 60, somente o Superior é Best Buy. Lamentamos o ocorrido.


TÊNIS E VINHO

Não sou muito conhecedor de vinho, apesar de hoje em dia apreciar muito beber um bom vinho tinto em qualquer ocasião. Tive o prazer de conhecer esta revista em um evento de tênis há uns dois anos e faço dela minha leitura mensal, pois para um aprendiz da arte de saborear um bom vinho, ela é muito indicada. Por fim, informo que a levo para meu trabalho, para ficar numa espécie de sala de espera, onde a mesma faz um grande sucesso, exteriorizando um misto de informações da bebida, viagens, o cotidiano da nossa vida etc. Parabéns à equipe ADEGA
Carlos Eduardo Fontes

#Q#

" Parabéns aos proprietários, enólogos e todos os funcionários da Vinícola Pericó, de Santa Catarina, por terem conseguido fazer esse Icewine, o primeiro já feito em território nacional. Um verdadeiro marco em nossa história. Com certeza, os próximos anos, as próximas safras serão ainda melhores. Como é bom ver nosso país ingressando mercados diferentes, inovando sempre."
Bruna Saldanha


BRASIL

Bela matéria da edição 61 sobre a história do vinho no Brasil. Foi um belo panorama dado pelo mestre Carlos Cabral, que é uma verdadeira enciclopédia de vinho. Eu, mesmo apreciando o vinho nacional, não estou muito familiarizado com os personagens dessa história fantástica. Então, parabéns também a todos os envolvidos na indústria do vinho brasileira, que lutam bravamente para colocar nossos produtos nas prateleiras e ganhar um espaço de destaque na mesa do consumidor. Contem comigo, pois continuarei prestigiando as bebidas verde e amarelas, sempre e com orgulho.
Liliam Alves


MENCÍA


Nunca provei um vinho de Mencía. Fiquei curioso após ler a última edição de ADEGA (número 61), especialmente com os vinhos de vinhas velhas (e coloque velhas nisso) da Bodega Peique, de Bierzo. Vinhas de 90 anos? Interessante. Vou ver se consigo comprar e degustar.
Fausto Camargo


CAFÉ CARO

Que curioso essa história dos cafés mais caros do mundo (publicada na edição 61). Pensar que eles vêm da onde vêm!!! Dá até nojo. É meio como comer escargot, você não pode pensar muito no que está comendo? Fezes de jacu? Fezes de civeta? Arg! Não sei se tenho coragem. Mas que tenho curiosidade, isso tenho.
Valéria Campos

Da redação

Publicado em 30 de Novembro de 2010 às 14:50


Cartas

Artigo publicado nesta revista

Harmonização perfeita

Revista ADEGA 62 · Dezembro/2010 · Harmonização perfeita

12 vinhos que você precisa ter em casa para harmonizar com tudo