Revista ADEGA

Cartas

Escreva para redacao@revistaadega.com.br

Da redação em 13 de Abril de 2015 às 00:00

Risoto

Sempre fui fã de risoto e de vinho. Sou daqueles que convida os casais amigos para jantar em casa e, na dúvida, vou de risoto com um ótimo vinho para acompanhar. Gostei muito de ver a matéria sobre harmonização, especialmente com o risoto de camarões, um dos meus preferidos. Vou testar com um bom Chablis para conferir se é tudo isso mesmo que foi dito. De qualquer forma, devo dizer que gosto de combinar esse tipo de risoto com um belo Riesling seco. Nunca falha.
Lauro Fernandez

Números do vinho no Brasil

Parabéns pela análise dos números de venda do vinho brasileiro feita na edição 113. Tenho visão muito semelhante e acredito mesmo que está mais do que na hora de ampliar a abrangência dos números, abarcando mais do que o Rio Grande do Sul. Não podemos nos basear somente nos números dos gaúchos para criar políticas nacionais. Pela relevância, eles merecem ter um peso maior, sim. Mas para estipular políticas para o setor, é preciso ir além.
Geraldo Carvalho

Capa 113

"Parabéns para matéria de Alexandre Lalas sobre Josko Gravner. Nota máxima!"

Stefano Zannier

Chianti

Lembro de meu avô pegando seus fiaschi de Chianti do armário e abrindo no almoço do fim de semana. Era sempre uma massa, uma carne e ele com seus copos (isso mesmo, copos, não taças) daquele vinho vermelho claro. Quase ninguém bebia junto com meu avô. Alguns tios bebericavam. As mulheres nem se atreviam. Quando me tornei adulto e passei a gostar de vinhos, lembro de ter provado alguns Chianti, muito em memória de meu avô. Eram todos muito ruins, muito ácidos e com cheiros estranhos, meio sujos. Ao ver a capa da edição 113, resolvi voltar a provar alguns Chianti. Fui obviamente nos de maior pontuação para ter menos chance de me arrepender e devo dizer que, na maioria dos casos (provei cinco), não me arrependi. Vou rever meus (pre)conceitos.
Humberto Cassaro

Josko Gravner

Fiquei muito curioso quanto a história de Josko Gravner. Foi de muita coragem fazer o que fez! Eu, que sou um amante dos vinhos brancos, fiquei curioso em provar os vinhos dele!
Everton Costa

Clube ADEGA

O que é o Clube ADEGA? Como faço para me associar?
Valter Silveira

Caro Valter, o Clube ADEGA é o clube de vinhos da revista ADEGA. Nele, você recebe mensalmente três garrafas de vinhos diferentes de acordo com o plano que escolher. São três categorias: Gran Gold (R$ 350/mês), Gold (R$ 250/mês) e Silver (R$ 150/mês). Os vinhos são selecionados cuidadosamente pela equipe ADEGA dentre os milhares de rótulos que avaliamos anualmente para que você sempre receba não somente o melhor, mas também vinhos que lhe instiguem, que provoquem discussões e que, obviamente, sejam desfrutados com prazer. Para se associar, basta acessar o site: www.clubeadega.com.br

Errata

Diferentemente do que foi divulgado na edição 111, o livro “Extravirgindade” é editado pela Editora Tapioca. Da mesma forma, o valor do livro Descorchados é de R$ 105 e não R$ 95 como foi veiculado na edição 113. Ainda na edição 113, a safra correta do vinho Aurora Colheita Tardia é 2013.


Cartas risoto Chablis Chianti Josko Gravner

Artigo publicado nesta revista


Gran Reserva

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
Digital
1 ano
Digital
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaDigitalDigital
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241224
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 432,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 64,80R$ 100,00
Desconto
EconomizaR$ 151,20R$ 332,00
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também Guia ADEGA Guia ADEGA Vinhos do Brasil 2018/2019 + Poster "as cores do vinho"

Boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas