Revista ADEGA
Busca

24.Set - Bons olhos

China é vista como boa oportunidade para venda de vinhos


O mercado chinês é visto com bons olhos pelo mundo inteiro
Imagine uma nação com centenas de milhares de consumidores de vinhos que têm agora, mais do que nunca, possibilidade de gastar dinheiro em seu próprio proveito, e um desejo de conhecer as coisas mais sofisticadas da vida. Agora pense que neste lugar o consumo de vinhos foi aumentando anualmente. Para quem ainda não adivinhou, este lugar é a China.

Atualmente, os produtores de diversos países estão extasiados com a possibilidade de expandir suas vendas para mercados em potencial, como é o caso do chinês. Este mercado novo e dinâmico está atraindo investimentos do mundo inteiro.

Apesar de ter mais de um bilhão de habitantes, na maioria de classe média, que podem vir a ser tornar grandes consumidores, e ser considerada a futura superpotência, o mercado chinês apresenta algumas características que não são fáceis de serem compreendidas.

A China possui 48% de tarifas de importação, tornando a competitividade dentro do país difícil. Alguns comerciantes também afirmam que o ritmo dos negócios chineses é lento, mas bem intenso.

Por outro lado, Eric Pope, diretor regional de mercados emergentes, acha que as tarifas chinesas não são um problema tão grande, já que o mercado é enorme. Ele ainda explicou que o comércio de vinho do país, ainda jovem e imaturo, não possui indisposição em relação a mercadorias internacionais, e que isso pode ser um triunfo para os exportadores.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ Colômbia adere moda de bares de vinho

+ Revista escolhe 10 melhores hotéis do mundo para amantes do vinho

+ Vale dos Vinhedos exporta modelo de enoturismo

+ O Melhor Vinho do dia: Um californiano para os líderes do G-20!

+ Estudo realizado em Santa Catarina promete otimizar a qualidade dos vinhos

Redação
Publicado em 24/09/2009, às 12h59 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias