Revista ADEGA
Busca

Vinho - 03.Dez - Vinho tinto

Consumo moderado de vinho aumenta o desejo sexual das mulheres


O vinho e a sexualidade sempre andaram de mãos dadas. Segundo a mitologia grega, a bebida surgiu de uma lágrima de Dionísio, que se converteu assim no Deus do vinho e da fertilidade.

Contudo, os efeitos reais sobre o comportamento de quem o toma não foram muito estudos. Para comprovar se o vinho tinto realmente faz jus ao que dizem, um grupo de pesquisadores italianos analisou a relação entre a ingestão de vinho e a função sexual em um grupo de mulheres saudáveis.

Os autores da investigação avaliaram o caso com 798 mulheres da região de Toscana. As participantes, que estavam a mais de três meses numa relação estável, foram divididas em três grupos. O primeiro era formado por mulheres que tomavam uma ou duas taças de vinho por dia, o segundo era daquelas que não bebiam tinto, e o terceiro pelas "bebedoras ocasionais", que ingeriam esporadicamente uma taça.

Todas elas tiveram que responder um questionário do Índice da Função Sexual Feminina (IFSF), que avalia a sexualidade das mulheres através de 19 perguntas divididas em seis categorias.

As conclusões publicadas na revista "Journal of Sexual Medicine", mostram que as mulheres que bebiam uma ou duas taças de vinho tinto obtiveram melhores resultados no desejo sexual, lubrificação e função sexual.

Apesar do resultado, os pesquisadores reconhecem que "os mecanismos de atuação da bebida na resposta sexual ainda são desconhecidos".

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...
+ Plantação da uva Merlot pode ser influenciada pelo aquecimento global

+ O Melhor Vinho do dia: Para combinar com "pizza"

+ Santa Catarina lança o primeiro vinho orgânico

+ O Melhor Vinho do dia: Em homenagem a Lombardi

+ Brasil é incluído em licitação para compra de vinho rosé na Suécia

Redação
Publicado em 03/12/2009, às 14h07 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias