Revista ADEGA
Busca

Crítico australiano James Halliday leiloa 250 garrafas de Romanée-Conti de sua adega


James coleciona vinhos há mais de 60 anos e conseguiu renovar sua adega com safras recentes do ícone da Borgonha. Ele diz que não consegue dar vazão a todos os vinhos e quer partilhar o tesouro com outros entusiastas de bebida

O renomado crítico de vinhos australiano James Halliday está colocando em leilão mais de 250 vinhos Domaine de la Romanée-Conti em sua adega particular, incluindo garrafas de La Tâche 1973 e 1999, e uma garrafa de Romanée-Conti 1973 que deve custar algo em torno de 11 mil dólares australianos, ou 40 mil reais.

O leilão online abriu no sábado, 30 de maio, e vai até 28 de junho, o maior do gênero na história australiana. A coleção de Romanée-Conti de Halliday está avaliada em cerca de 3,3 milhões de reais e inclui 253 garrafas de vinho.

LEIA MAIS

» Romanée: a garrafa de vinho mais cara da história

» Como beber bons vinhos franceses sem gastar muito

No site da Langton's, palco do leilão, há um vídeo onde o crítico fala sobre sua coleção e as razões de ter resolvido vendê-la. Ele coleciona vinhos há mais de 60 anos e diz que sua adega tem evoluído nos últimos 30 anos, com a renovação das safras à medida que os mais antigos são bebidos.

O Domaine de la Romanée-Conti (DRC) possui 29 hectares de vinhedos, principalmente com status de Grand Cru, em Côtes de Nuits e Côtes de Beaune, na  Borgonha, França

"Estou ansioso para compartilhar esses vinhos incríveis com outros entusiastas '', diz Halliday.

Os 250 lotes do DRC têm preços a partir de 2 mil dólares australianos por garrafa, cerca de 7 mil reais, e preço médio estimado em 4 mil dólares australianos, ou 14 mil reais.

Redação
Publicado em 30/05/2020, às 19h32 - Atualizado em 31/05/2020, às 12h12