Revista ADEGA
Busca

Vinho - 11.Dez - Crime

Escândalo de adulteração de vinhos vem à tona na Toscana


Autoridades italianas suspeitam que cerca de 10m de litros de vinho da Toscana podem ter sido fabricados e misturados de maneira irregular.

Produtores toscanos estão sendo investigados por fraude
De acordo com relatórios publicados ontem pela mídia local, o Ministério da Agricultura está investigando os vinhos da safra atual, que podem ter sido misturados usando outros de qualidade inferior àquelas permitidas pelo regulamento em vigor.

Alguns jornais italianos reportaram que cerca de 17 pessoas e 42 companhias estão sob investigação por falsificar documentos públicos com a intenção de cometer fraudes.

Apesar de a investigação estar focada principalmente na Toscana, produtores das regiões de Abruzzo, Trentino, Piedmont, Lombardy, e Emilia-Romanha também são suspeitos de terem participado das adulterações dos vinhos toscanos.

Em maio de 2008, milhares de garrafas do vinho Brunello Di Montalcino foram apreendidas - e as vendas da safra de 2003 suspensas - durante uma investigação sobre a adição de variedades não permitidas nos vinhos. O escândalo envolveu muitos nomes importantes da Toscana.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...
+ Nova Zelândia adere às garrafas plásticas de vinho

+ O Melhor Vinho do dia: Para pegar um cinema

+ De todos os vinhos, tinto é o que faz mais bem à saúde

+Ação promocional de vinhos brasileiros alcançará churrascarias norte-americanas

+Espumante pode ajudar a melhorar a circulação sanguínea, diz estudo

Redação
Publicado em 11/12/2009, às 15h56 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias