Facebook entra no mercado de vinhos


O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, decidiu abrir seu leque de negócios e agora se aventura no ramo de vinhos. Por meio de uma loja online na própria rede social, ele encoraja os consumidores norte-americanos a enviar vinhos de presente a seus amigos da rede.

Tentando tirar proveito da oportunidade de fazer negócio por meio da maior rede social do mundo, dezenas de produtores dos EUA já estão colocando seus vinhos à venda na loja de Zuckerberg. "Está funcionando muito bem, estamos ansiosos para ver até onde isso pode chegar", comentou o diretor de vendas de uma vinícola do Napa Valley.

Depois de incluir ações do Facebook na bolsa de valores de NY e ver suas ações despencarem, Zuckerberg percebeu que cada vez mais usuários acessam a rede através de seus smartphones, e viu nisso uma oportunidade de findar seu problema: investiu em uma seção de presentes no Facebook, disponível tanto em iPhones quanto em Android.

Entre os vinhos disponíveis para a compra na rede social estão rótulos de Robert Mondavi, Clos du Bois e Wild Horse, além de todos aqueles comercializados pela Constellation, a maior companhia de vinhos e bebidas espirituosas do mundo. "As mídias sociais são preciosas para a indústria de vinhos, todos nós estamos tentando nos conectar a isso, então, o que seria melhor do que usar o próprio Facebook?" pontuou um vinicultor.  Na gama atual, os preços dos rótulos disponíveis vão de US$ 15 a US$ 100.

Mais notícias sobre vinhos...

Bonhams faz seu primeiro leilão de vinhos finos em Londres

Cinco filmes que todo enófilo deve assistir

+Australiano descobre "fórmula" do vinho saudável

Arqueólogos encontram possível "fábrica de vinhos" milenar em Tel Aviv

Vinícola californiana envelhece vinhos em alto mar

Da redação

Publicado em 28 de Fevereiro de 2013 às 13:36


Notícias