Henri Krug, da Maison Krug, morre aos 76 anos


Uma das casas de Champagne mais prestigiadas da França, a Maison Krug está de luto. Henri Krug, membro da quinta geração da família que levantou a vinícola e diretor entre os anos de 1977 e 2002, faleceu hoje aos 76 anos. A notícia foi dada por seu irmão, Rémi Krug.

Ao lado do irmão, Henri foi um dos grandes responsáveis por dar à Krug o status e prestígio que goza. No período em que estiveram no controle, os dois introduziram três rótulos novos a casa: Krug Rosé, Clos du Mesnil e Clos d'Ambonnay. "Sempre disse que eu e Henri somos os dois lados de uma mesma fruta. Ele era calmo, reservado, modesto e sempre estava pronto para escutar os outros", comentou.

Clique aqui e relembre a história do Champagne Krug

Mesmo quando o grupo LVMH assumiu o controle da casa, em 1999, o modo de fazer o vinho continuou, com Henri pertencendo ao grupo que forma o comitê que determina a assemblagem, o envelhecimento, a data de lançamento etc dos vinhos da Maison.

Depois de sair, Henri passou o comando da casa para seu filho, Oliver, mas permaneceu no conselho.

Mais notícias sobre vinhos...

Cientistas encontram substância antienvelhecimento no vinho tinto

+Gerard Basset é eleito o Homem do Ano pela Decanter

+Vinho de Jolie e Pitt esgota em menos de cinco horas

+Nova categoria de Chianti é anunciada

+Espumante inglês é servido no Paris Fashion Week pela primeira vez

Da redação

Publicado em 13 de Março de 2013 às 13:49


Notícias