Revista ADEGA
Busca

Vinho - 16.Set - Mercado

Importações chinesas de vinho crescem continuamente


Segundo os dados publicados pela alfândega chinesa, e analisados pelo Observatório Espanhol do Mercado de Vinho (OeMy), as importações de vinho estrangeiro cresceram 76,9% em valor - 440 milhões de euros - e 40,8% em volume - 172 milhões de litros - no período compreendido entre janeiro e junho desse ano.

Divulgação
Importações de vinho na China não param de crescer
Continua, assim, notável o crescimento do mercado de vinho estrangeiro na China, que tem como principal provedor, tanto em valor como em volume, a França.

Entre os produtos de vinho importados, o dominante é o vinho engarrafado, que respondeu por 60% do total de volume do vinho importado e 86% do total em valor.

O vinho a granel, por sua vez, correspondeu a uma quota de 39%do volume total e 11% do valor total de vinho importado.

Quanto aos espumantes, esse tipo de vinho alcançou uma quota reduzida de 2,5% em valor e 0,9% em volume.

A análise de países, por sua vez, situou a França como principal provedora de vinho à China nesse primeiro semestre, mantendo-se na liderança. A Austrália e Chile se situam em segundo e terceiro lugar do ranking, respectivamente. Segundo o estudo da Oemy, a Espanha se situa na quarta posição.

Mais notícias sobre vinhos...

+ Escola de vinho francesa faz parceria com escola de Pequim, na China

+ Vinícola argentina se alia a organização de esportes de inverno em prol do meio ambiente

+ Padma Lakshmi, do programa Top Chef, e vinícola da Califórnia lançam desafio de harmonização

+ Hong Kong se torna o maior centro de leilões de vinho

+ Chineses investem em vinícolas na Austrália

Redação
Publicado em 16/09/2011, às 10h44 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias