Almanaque do Vinho

Torre de Babel? Que nada!

Não se acanhe nem se confunda! A seção dicionário do vinho ajuda você a entender melhor os termos do mundo do vinho


Blends: vinhos que levam um sua composição variadas uvas - contrário de varietal: vinho composto por uma única casta de uva.

Bojo: a "barriga" da taça. Parte arredondada inferior.

Buquê: aroma do vinho que desperta a memória olfativa.

Champagnes: nome dado aos espumantes produzidos na região homônima, na França.

DOC: Denominação de Origem Controlada. É o sistema que controla a

origem e os processos de fabricação dos vinhos.

Enólogos: profissional formado em curso superior, responsável por todos os processos da elaboração da bebida.

Enófilo: Pessoa que, além de apreciar vinhos, estuda sobre eles

Harmonização: atividade de combinar um vinho com algum alimento, de forma a proporcionar um terceiro sabor.

Haste: parte que une o bojo à base da taça. Onde se deve segurar.

Polifenóis: componentes naturais de várias plantas. Na uva, estão presentes na casca e na semente. Quando diluídos no álcool, têm ação antioxidante e protetora das artérias.

Quinta: nome comum em Portugal para as propriedades produtoras de vinho.

Taninos: compostos fenólicos existentes em várias plantas. Nas uvas, podem trazer a sensação de adstringência e aspereza, mas também auxiliam no envelhecimento

do vinho.

Untuosidade: sinônimo de viscoso, escorregadio. No vinho, é resultado da ação da glicerina.

Vinho fortificado: é o vinho que recebe a adição de aguardente vínica, seja para elevar seu teor alcoólico ou para parar a fermentação e concentrar o açúcar.

Vinificação: é o processo que transforma a uva em vinho.

Vintage: pode ser sinônimo de safra, mas, na França, refere-se a uma safra mais especial.

Vitis: gênero de plantas trepadeiras com mais de 40 espécies.

Vitis vinifera: uma das espécies do gênero Vitis, cujas variedades são utilizadas nos vinhos finos.

Vitivinicultura: cultura das vinhas e da fabricação dos vinhos.

Da redação

Publicado em 13 de Setembro de 2010 às 12:57


Escola do vinho

Artigo publicado nesta revista