Revista ADEGA
Busca

Vinho - 08.Set - Safra 2010

Variedade rara começa a ser colhida esta semana em ilha de Veneza


Inaugurada em maio deste ano, a Tenuta di Venissa tem cerca de 28 mil metros quadrados, dos quais metade é utilizada para cultivar a variedade Dorona.
Até o final desta semana, a produtora italiana Bisol começará a colheita de sua primeira safra comercial da vinícola Tenuta di Venissa, localizada na ilha de Mazzorbo, na Itália.

Inaugurada em maio deste ano, a nova propriedade da família Bisol tem cerca de 28 mil metros quadrados, dos quais metade é utilizada para cultivar uma autêntica e rara variedade veneziana, conhecida como Dorona.

A cultura desta casta era comum nos arredores de Veneza no início do século XV, mas, com o tempo, seu cultivo foi sendo abandonado. Gianluca Bisol, um apaixonado por vinhos e pela rica história da ilha italiana, vasculhou as terras já submersas da região para tentar encontrar os últimos vestígios da variedade.

Feito sob supervisão do enólogo Roberto Cipresso, o vinho de Tenuta di Venissa será, segundo o diretor técnico da vinícola, Desiderio Bisol, seco mas com um "delicado aroma de frutas no nariz e um distinto caráter mineral no palato". Eles serão comercializados em lotes de seis garrafas, a 50 euros cada. As vendas en primeur já estão sendo realizadas, com previsão de entrega para fevereiro de 2012.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Em 24 de setembro será celebrado o Dia Internacional da Grenache

+ Coleção exclusiva do Château Lafite será leiloada em Hong Kong

+ Lei de rotulagem de ingredientes alérgenos do vinho pode ser adiada

+ Casa de champanhe trocará rolha de cortiça por tampa de alumínio

+ Marca francesa é resgatada por ex-presidente da Cartier

Redação
Publicado em 08/09/2010, às 09h49 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias