Revista ADEGA
Busca

Vinhedos de Champagne buscam certificação de "Viticultura Sustentável"

Produtores receberam uma cartilha com 125 pontos de sustentabilidade para cumprir


O Comité interprofessional de Champagne ( CIVC ) enviou um manual para 20.000 produtores da região de Champagne, na França, estabelecendo um plano de 125 pontos para que os mesmos passem a obter a certificação "viticultura sustentável".

Divulgação

Produtores terão que cumprir 125 pontos expressos em um manual enviado pela CIVC para receber selo de sustentabilidade

A decisão foi tomada como meio de mudar a antiga imagem que os produtores da região tinham no que dizia respeito à limpeza e higiene, alimentando a esperança de que Champagne volte a atingir 100% de seu estado sustentável. “Queremos mostrar aos amantes de Champagne que esta região excepcional é altamente respeitosa com seu terroir, o que auxilia os produtores a terem uma abordagem mais ecológica que vai acima e além do cultivo e elaboração das bebidas”, disse o porta-voz do CIVC, Thibaut le Mailloux.

Entre os anos de 1970 e 1990, sacos de lixo, vidro e papelão foram usados como fertilizantes nos vinhedos da região. Pensava-se que os minerais presentes no lixo, por exemplo, resolveriam alguns problemas das videiras. “A região tem se comprometido com práticas de viticultura sustentável desde 2001”, informou Mailloux.

Nos últimos 10 anos, Champagne reduziu em 15% a quantidade de carbono presente em suas garrafas e diminuiu pela metade o uso de produtos químicos nos vinhedos.

Redação
Publicado em 27/05/2014, às 08h37 - Atualizado em 03/12/2014, às 08h04


Mais Notícias