Vinhedos franceses podem virar Patrimônio Mundial da Unesco

Regiões da Borgonha e Champagne são as candidatas


vinhedo na Borgonha

Vinhedo na Borgonha

O governo francês resolveu indicar duas regiões vinícolas francesas para serem consideradas Patrimônio Mundial pelo comitê da UNESCO, que apontará os indicados somente em junho de 2015, em Berlim. Os climats da Borgonha e a região de Champagne foram selecionadas pelo Ministério da Cultura da França para comporem o painel.

“Os vinhedos da Borgonha e as cidades de Dijon e Beaune serão apresentadas como culturalmente importantes graças a seus vinhedos murados (chamados clos) e seus edifícios históricos”, disse o Ministério.

Champagne, por sua vez, será apresentada como uma paisagem cultural devido à sua topografia, produtores, caves e sua ligação com as festividades. A nomeação aponta 14 principais razões para a inclusão na UNESCO como as colinas cobertas de vinhedos, os vilarejos, as caves subterrâneas etc.

Segundo o Ministério, as duas nomeações não devem conflitar uma com a outra, pois caem em diferentes categorias definidas pela UNESCO. Se as duas regiões conseguirem ser aprovadas, elas se juntarão à região vinícola de Saint-Émilion, que já é declarada Patrimônio Mundial desde 1999. No total, a França possui 37 lugares considerados Patrimônio Mundial.

Da redação

Publicado em 28 de Janeiro de 2014 às 09:11


Notícias borgonha champagne unesco patrimônio