Mundo Vino

Vinho contra a crise climática

Ampliado grupo de vinícolas líderes no combate às emissões de carbono


 

Vinícola Familia Torres em Penedès, Espanha

O International Wineries for Climate Action (IWCA), grupo criado pela família Torres, da Espanha, e pela família Jackson, dos Estados Unidos, de vinícolas que se comprometem a enfrentar a crise climática adotando medidas para reduzir emissões de carbono, anunciou que quatro novas vinícolas se uniram ao time: Spottswoode Estate (Estados Unidos), Symington Family Estates (Portugal), VSPT Wine Group (Chile) e Yealands Wine Group (Nova Zelândia). 

LEIA MAIS

» Miguel Torres faz alerta sobre a importância da mudança climática para o mundo do vinho

» As antigas e as novas tradições da família espanhola Torres

O objetivo da IWCA, fundada em 2019, é que todos os membros tenham uma estratégia de longo prazo para reduzir 80% de suas emissões de carbono até 2045, com uma meta de curto prazo de 50% até 2030. Para serem reconhecidas como membros permanentes da IWCA, as vinícolas devem atender a alguns requisitos como ser alimentadas por, pelo menos, 20% de energia renovável no local; além do comprometimento com a redução das emissões em diversas frentes. 

Spottswoode Estate é uma histórica propriedade familiar em Napa Valley, Califórnia. “Estamos profundamente dedicados a ser responsáveis pela administração da terra, diz a CEO Beth Novak MillikenEsperamos dar o exemplo e ser a mudança que este planeta precisa desesperadamente. Symington Family Estates é um dos principais produtores de Vinho do Porto. Estamos comprometidos em trabalhar com nossos parceiros de fornecimento para reduzir as emissões e nossa pegada de carbono em geral”, diz Rob Symington, diretor associado da Symington Family EstatesEstamos muito satisfeitos em fazer parte da IWCA, pois acreditamos que essa estrutura rigorosa pode liderar a resposta do setor vitivinícola a essa ameaça existencial. Não temos tempo a perder”. 

O VSPT Wine Group é um dos maiores exportadores de vinho chileno. “Nosso senso de urgência e preocupação com o futuro da viticultura do Chile está profundamente alinhado com os valores e o compromisso da IWCA de mitigar as mudanças climáticas em todo o mundo, diz Barbara Wolff, diretora de assuntos corporativos e inovação. Yealands Wine Group é a primeira vinícola da Nova Zelândia a ter certificado de carbono zero desde o início. Produzir vinhos de classe mundial não precisa ser prejudicial ao meio ambiente, diz Tiffani Graydon, CEO do Yealands Wine Group. Estamos felizes em fazer parte da IWCA e trabalhar em colaboração com outros líderes de sustentabilidade do setor para fazer a diferença global, agora e no futuro. 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 23 de Setembro de 2020 às 13:00


Mundovino sustentabilidade vinho zero-carbono

Artigo publicado nesta revista