Revista ADEGA
Busca

Vinho da Toscana pode desaparecer


Um estudo feito pela Universidade de Florença divulgou que o constante aumento do efeito estufa provocará uma abrupta mudança na geografia enológica mundial, com um progressivo deslocamento da latitude ideal para a viticultura. Isso afetará, inevitavelmente, os três territórios da excelência enológica toscana. Dessa forma, vinhos como o Brunello de Montacino, o Chianti Clássico e o Nobile de Montepulciano, correm o risco de desaparecer.

A pesquisa também revelo que, nos últimos anos, o fenômeno do aquecimento global teve um efeito positivo para estes vinhos, já que o aumento da temperatura registrado a partir dos anos 80 melhorou a qualidade e aumentou a produção. Porém, se o termômetro continuar subindo, em alguns anos anos os enófilos podem dizer audeus aos sublimes vinhos toscanos.

Fernando Roveri
Publicado em 23/02/2007, às 12h41 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h44


Mais Notícias