Vinho tinto pode ser a chave para a cura da acne

Pesquisadores norte-americanos atribuíram mais um benefício ao antioxidante encontrado no vinho tinto


 

Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia de Los Angeles (UCLA) indicou que o resveratrol, composto orgânico encontrado na pele das uvas tintas, pode enfraquecer a bactéria que causa acne inibindo o seu crescimento e reprodução na pele humana. Além disso, o time de pesquisadores do departamento de Dermatologia da universidade descobriu que ao se combinar o composto (resveratrol) com um medicamento comum que combate a acne (peróxido de benzoíla) é possível liquidar por completo a bactéria.

Segundo a Dra. Emma Taylor, autora do estudo e professora de Dermatologia na universidade, a descoberta pode se estender para outros campos. “Esse estudo comprova que a combinação entre um oxidante e um antioxidante pode desenvolver a capacidade de ambos na luta contra bactérias por um longo período de tempo”, declarou a médica.

Novas pesquisas ainda serão realizadas com foco em desenvolver uma nova classe de tratamento contra a acne usando antioxidantes como o resveratrol. A descoberta pode trilhar um novo caminho para o tratamento do transtorno, e segundo a universidade já foi feito um pedido de registro de patente de ambos os compostos (resveratrol e peróxido de benzoíla) usados em um futuro tratamento da acne. 

Da redação

Publicado em 1 de Outubro de 2014 às 17:16


Notícias vinho tinto acne cura