Vinho - 23.Mai.

Vinoterapia ajuda combater rugas e envelhecimento da pele


Ao longo dos últimos anos, por causa do número de pesquisas e estudos apresentados sobre os benefícios do vinho para a saúde, muitas clinicas de estética vem desenvolvendo tratamentos com a bebida.

divulgação

Conhecidos como vinoterapia, os tratamentos usam o vinho como principal componente, agem na higienização, brilho e nutrição do tecido, além de combater radicais livres, segundo a fisioterapeuta dermato-funcional do Espaço Be, Giselle Zambrotta.

Ainda segundo a especialista, o método não tem contraindicação, mas deve ser evitado por pessoas que estão fazendo acompanhamento com dermatologistas por conta de algum tipo de problema na pele. "Com exceção destas, os tratamentos com vinho servem para todas as idades", explica.  

Segundo o dermatologista e professor de dermatologia da Faculdade de Medicina do ABC, Jefferson Alfredo de Barros, os polifenois, principais vitaminas encontradas na bebida, estão presentes em todo o tipo de vinho, principalmente no tinto. "Eles retardam o envelhecimento da pele, aumentam a preservação de colágeno e elastina, e consequentemente, o surgimento de rugas e flacidez."

Atualmente, existem tratamentos como peeling de vinho, que neutraliza os radicais livres e protege as paredes celulares, deixando a pele mais rica; vinoterapia facial e corporal, que tonifica a pele; ofurô de vinho, que além de combater o desgaste celular, é relaxante.

Mais notícias sobre vinhos...

Vinho tinto ajuda no combate a mesotelioma
Universidade estuda efeitos da mudança climática no vinho
Rota de vinho oferece degustações gratuitas para promover vinhos locais
ABS realiza, pela primeira vez, evento com vinhos sicilianos
Mesmo com crise, vinho ainda é a bebida mais consumida pelos britânicos

Da redação

Publicado em 23 de Maio de 2012 às 08:36


Notícias