Douro Boys investem milhões de euros

09.fev - Douro Boys investem milhões de euros em novas vinhas


Douro Boys (www.douroboys.com)

Um produtor de vinhos da região portuguesa do Douro está desafiando a desaceleração global investindo mais de sete milhões de euros em uma nova vinícola e vinhas.

A Quinta do Vallado, cujo diretor João Álvares Ribeiro Ferreira é um dos "Douro Boys", pretende duplicar a produção anual de 300.000 para 600.000 garrafas e já gastou mais de seis milhões sobre em ma nova vinícola que deverá estar pronta para a colheita 2009.

Localizada no Alto Douro, a Quinta do Vallado já comprou cerca de 40 hectares de vinhas no Douro Superior, próximo à fronteira espanhola, com um custo total de cerca de 400 mil euros. Além disso, a empresa calcula que o terreno com as vinhas de Touriga Nacional, Touriga Franca e Syrah custarão cerca de um milhão de euros.

"Precisamos de mais uvas e podemos tê-las com bons preços, mas ainda não temos um controle sobre a qualidade e não sabemos o que o preço da uva será em 10 a 20 anos". Disse Álvares Ribeiro ao site norte-americano decanter (www.decanter.com).  

A companhia se concentrará na tabela, em vez de vinhos do Porto. Álvares Ribeiro acrescentou: "Para as pequenas empresas, vinho de mesa será o futuro. O vinho do Porto empresarial é dominado pelas grandes casas e não podemos jogar no mesmo campeonato".  

Os Douro Boys - os diretores da Quinta do Vallado, Niepoort, Quinta do Crasto, Quinta do Vale D. Maria e Quinta do Vale Meão - juntaram forças em 2002 para promover o Douro como uma região vitivinícola de qualidade permanente.

Leia mais sobre vinhos portugueses em

+ Os vinhos portugueses na história

+ Portugal, muito mais que o País do Vinho do Porto

Da redação

Publicado em 9 de Fevereiro de 2009 às 11:17


Notícias