Revista ADEGA
Busca

21.Ago - Vinho do Porto ajudou a tratar gripe

21.Ago - Vinho do Porto ajudou a tratar gripe espanhola


Região do Douro, em Portugal
Quando a gripe espanhola atingiu a região do Douro, há um século, os bombeiros locais recorreram a um saboroso "desinfetante": o vinho do Porto, e o método parece ter funcionado, porque nenhum deles foi contagiado pela doença.

Contado inicialmente por António Guedes, um antigo bombeiro que nos anos 60 publicou no jornal "Arrais" suas memórias, o episódio foi relembrado esta semana por Alfredo Almeida, presidente da Federação Distrital dos Bombeiros de Vila Real, em entrevista à Agência Lusa.   


Guedes, que lembra em seu relato que sua corporação montou "um hospital improvisado", frisa o fato de nenhum dos bombeiros ter se contagiado com a doença.

"E recordo-me muito bem que, dessa desinfecção, constava um "medicamento", um "antibiótico" muito agradável, que era o Vinho do Porto. O primeiro gole era para bochechar e jogar fora e o conteúdo restante do cálice (bem grande, por sinal) era para ingerir", lembrou Guedes. "Há um século, se viviam tempos de alguma improvisação", comenta Almeida.

Atualmente os bombeiros fazem uso de técnicas mais modernas para combater doenças como a gripe espanhola, ou como a gripe H1N1, que assola centenas de pessoas pelo mundo.  Mesmo assim o Vinho do Porto continua "em alta". "Os bombeiros têm um plano de contingência, mas, continuam a ter uma garrafeira onde existem, naturalmente, muitas garrafas de vinho do Porto", ressalta Almeida.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+Enoturismo cresce no Brasil

+ O Melhor Vinho do dia: À portabilidade no Chile!

+ "Champagne de Jay-Z" lança Blanc de Blancs
+ Crise não afeta consumo de vinho nos Estados Unidos

Calor interfere na colheita de uvas na Espanha
+ Argentina começa a exportar seu primeiro "Vinho do Gelo"


Redação
Publicado em 21/08/2009, às 12h49 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias