Vinho - 10.Dez - Caso de polícia

Acusado de roubar "Borgonhas", diplomata francês é demitido


Diplomata francês foi demitido após ser acusado de roubar dois Borgonhas
O cônsul geral da França em Hong Kong foi forçado a se demitir após ser acusado de esconder duas garrafas de Borgonha das mais caras em seu terno antes de deixar clube da cidade. 

Marc Fonbaustier, 46, que chegou a ser o diplomata francês de maior escalão em Hong Kong e Macao, deixou o cargo na semana passada alegando "razões estritamente profissionais".

Apesar de Fonbaustier não mencionar o caso, fontes garantiram ao jornal Lê Monde, o maior da França, que o diplomata está sendo investigado pelo "furto de garrafas de Borgonha de uma dos Country Clubs mais exclusivos de Hong Kong.

"O crime alegado teria acontecido no restaurante da casa, cuja Adega é monitorada por câmeras de TV. Segundo o jornal local Apple Daily, as garrafas valiam 4,200 euros. Ainda de acordo com mesmo diário, meses antes o cônsul tinha subtraído outra valiosa garrafa de outro clube, o Hong Kong Golf Club, mas tinha "se explicado", alegando à polícia que tinha confundido a garrafa com um presente.

Especial:Bordeaux X Borgonha - ADEGA coloca lado a lado as duas principais regiões vinícolas do mundo

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Após escolher artista chinês, Mouton 2008 quase dobra de preço
+ Tarantino realiza fetiche bebendo champanhe nos sapatos de Uma Thurman
+ Pesquisa australiana ajuda a desvendar gosto do consumidor
+ Compositor de Cats leva seus vinhos a leilão
+ Fraude envolvendo vinho leva 20 pra cadeia, na Inglaterra
+ "Britânicos não entendem nada de vinho", diz pesquisa


Da redação

Publicado em 10 de Dezembro de 2010 às 13:09


Notícias