Revista ADEGA
Busca

21. jan - África do Sul em busca do vinho perfeito

África do Sul em busca do vinho perfeito


A produção de vinhos na África do Sul ocorre há séculos, mas somente nos últimos 15 anos, depois do fim do Apartheid é que o país entrou para o comércio mundial de vinhos, mas com certa incerteza.

Como em qualquer outro lugar do mundo que produza vinhos, a África do Sul enfrenta uma dúvida comum: Produzir vinhos destinados a satisfazer a procura dos consumidores, ou vinhos especiais, independentemente de serem ou não da moda?

Podemos perceber isso facilmente nos vinhos brancos. O país africano é um dos poucos do mundo que consegue produzir um chenin blanc tão delicioso. Mas como ultimamente ninguém tem se interessado nem pelos melhores chenin blanc do Vale do Loire, na África do Sul, como Chile, Argentina, Nova Zelândia, Califórnia e muitos lugares na Europa, os sauvignon blanc acabam favorecidos.  

A situação do vinho tinto é um pouco mais complexa e levanta uma questão interessante: Deveriam os produtores tentar melhorar um vinho que não é feito em praticamente em nenhum outro país, mas quase ninguém gosta ou quer?

Este vinho é o Pinotage. Ele tem seus fãs, mas ainda não tem fã-clube. A África do Sul produz uma quantidade razoável de pinotage, mas cada vez mais os produtores estão centrados nos Cabernet Sauvignon, por terem maior aceitação no mercado mundial.

O país está passando por momento de evolução estilística e enquanto produtora de vinho. Em todos os sentidos, sem dúvida, a questão é mais complicada do que isso. Mas, entretanto, usufruir destes vinhos é uma ótima idéia.

Redação
Publicado em 21/01/2009, às 14h25 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h45


Mais Notícias