Revista ADEGA
Busca

Americanos se unem para orientar pequenas vinícolas

Um dia inteiro de palestras para discutir como as pequenas vinícolas podem enfrentar o mercado


Vinhedo Vinicola

Os Estados Unidos são um dos mais importantes mercados consumidores de vinhos, sejam produtos locais ou estrangeiros e, mesmo com o país ainda sentindo os efeitos da crise, o consumo de vinhos vem aumentando gradativamente.

Para enfrentar (e ganhar espaço) num mercado tão poderoso, não são apenas vinícolas estrangeiras que estudam as melhores formas de conquistar algumas taças a mais nas terras do Tio Sam. Em um seminário organizado neste mês pelo Luxury Marketing Council de San Francisco e pelo Canvas— Concierge Alliance of Napa Valley e Sonoma—as forças foram somadas para discutir as melhores práticas de trabalho a serem implantadas pelas pequenas vinícolas americanas. Com o apoio da NVV (Napa Valley Vintners) e da Sonoma County Vintners, foram discutidos temas como comunicação, mídia social, venda direta ao consumidor, design de produto e até mesmo a fidelização de lojas. O objetivo principal era o de oferecer aos pequenos produtores soluções concretas para desafios diários.

 O que os organizadores não esperavam era que entre os 170 participantes estivessem também algumas grandes vinícolas, igualmente em busca de soluções inovadores de algum dos 27 palestrantes. 

Mas enquanto empresas grandes estavam em busca de novidades, as pequenas buscas soluções para serem rentáveis, como disse Karen Cakebread, dona da Ziata Wines, uma vinícola que produz aproximadamente mil caixas anuais: "Hoje em dia é mais fácil entrar no mundo do vinho, pois não é mais preciso nem produzir suas próprias uvas e nem ter uma sede própria. No entanto, fazé-la dar lucro é um desafio".

Os palestrantes reforçaram que empresas pequenas que não tenham sedes para receber turistas e degustadores devem ser ainda mais criativas participando de eventos e desgustações coletivas para propagar suas marcas. A comunicação também foi um ponto muito reforçado, principalmente pelos jornalistas que palestraram. Eles afirmaram que não se deve querer gerar uma notícia simplesmente por fazê-la e que hoje é importante estar nas redes sociais, investir em publicidade e participar de grandes eventos que gerem mídia espontânea.

Em comum todos os palestrantes disseram que os relacionamentos são uma das partes mais importantes na construção de uma imagem e de um negócio, seja com a mídia, com os compradores em lojas e restaurantes ou com os fornecedores dentro do próprio negócio.

As lições foram para pequenas vinícolas americanas, mas sua abrangência é, ao que se percebe, conveniente para todos os que produzem vinhos.

Por Sílvia Mascella Rosa
Publicado em 13/08/2013, às 18h08 - Atualizado às 19h31


Mais Notícias