Revista ADEGA
Busca

Vinho - 20.Mai - Aumento da produção

Aposta desse ano, xerez espanhol tem produção dobrada


Divulgação
Tio Pepe fino En Ramma
Gonzalez Byass, diretor da empresa espanhola Tio Pepe, dobrou a produção para o relançamento do seu En Ramma, um xerez que pretende reavivar o setor.

Esse vinho é novo, fresco e não é filtrado nem clarificado. É feito de uma casta colhida na primaveira, quando a flor está no seu ápice, sendo esse o segundo ano de produção.

O xerez deve ser bebido dentro de três meses após o engarrafamento, aconselha a companhia.

"Nós queremos que as pessoas provem como se tivesse saído direto do barril", disse o diretor de marketing Jeremy Rockett.

Os executivos de Gonzalez Byass, os quais têm também diversas marcas de vinho, apostam fortemente no Tio Pepe Em Rama, e dobraram a produção desse ano para cinco mil garrafas.

Eles se referem ao pequeno 'boom' em Londres - a cidade ganhou quatro novos bares de xerez nos últimos doze meses - como um indicador da crescente popularidade desse tipo de vinho.

O setor dessa variedade, contudo, não é robusto. As vendas no Reino Unido decaíram 5% por ano. Mesmo assim, de acordo com Martin Skelton, alguns xerezes dobraram as vendas no ano passado, e no natal as vendas de Tio Pepe subiram 18%.

ESPECIAL:Uma região lendária - Construído em um local onde os anjos subiam até o céu, o mosteiro Scala Dei originou o Priorato, região espanhola que desponta na produção de vinhos de qualidade

Mais notícias sobre vinhos...

+ Produtores vitivinícolas libaneses celebram prosperidade no mercado europeu

+ Portugal promove vinhos da região de Alentejo em Angola

+ Nos EUA, marca de vinhos fará evento para levantar fundos a órfãos

+ Feira na Alemanha abre inscrições para bodegas espanholas

+ Vinícolas brasileiras diminuem preço do vinho para competir com importados

Redação
Publicado em 20/05/2011, às 10h10 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias