Vinho - 14.Jul - Mercado

Argentina procura consolidar presença no mercado brasileiro de vinhos


Luna Garcia
Na semana passada, o ministro da agricultura da Argentina, Juan Dominguez, viajou à Brasília para tentar reafirmar o novo plano de sua indústria vitivinícola: garantir presença no crescente mercado brasileiro.

O Brasil é o terceiro maior exportador de vinhos argentinos, ficando atrás apenas da Inglaterra e dos Estados Unidos. Apesar da grande entrada de seus vinhos no país, o setor vitivinícola argentino teme que os atrasos de entrega das licenças não-automáticas de exportação façam com que esse mercado seja perdido, ou rapidamente ocupado por outros concorrentes.

Outra preocupação são as vantagens tarifárias que o Chile começará a ter na entrada de seus produtos no Brasil. De acordo com os ministros de produção de San Juan e Mendoza, uma das maiores regiões produtoras de vinhos da Argentina, um dos objetivos da indústria é colocar em voga essa discriminação no tratamento comercial de seus vinhos, que não ocorre com os chilenos.

De acordo com os ministros, o protecionismo brasileiro frente a seu mercado de vinhos também é um assunto que precisa ser discutido. "a indústria vitivinícola brasileira deverá se tornar mais competitiva, já que não podem manter eternamente políticas de preço", disseram.

Por agora, a idéia da Argentina é ampliar o consumo brasileiro, em uma tarefa conjunta de marketing e qualidade. "O objetivo é elaborar um plano conjunto para enfrentar os outros mercados e desenvolver um plano estratégico para o Mercosul para os vinhos de ambas as nações", disseram os ministros.

ESPECIAL:Argentina, além da Malbec - Especialistas avaliaram os vinhos argentinos e apontaram caminhos para o desenvolvimento de sua indústria vitivinícola

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Alsácia planeja mudança no rótulo de seus vinhos

+ Teste cego do Ibravin comprova qualidade dos vinhos brasileiros

+ Vinho mais antigo de Portugal, Periquita completa 160 anos

+ Dados mostram aumento nas vendas de rosés

+ Associação devinhos alemães comemora 100 anos

+ Franceses abrem as portas de suas vinícolas para visitantes

Da redação

Publicado em 14 de Julho de 2010 às 07:38


Notícias