Revista ADEGA
Busca

Vinho - 30.Ago - Invasão animal

Babuínos ameaçam vinícola na África do Sul


Dúzias de babuínos se reunem todos os dias para arrancar vinhas antigas e comer seus frutos
Babuínos se tornaram um problema para os viticultores da cidade de Cape Town, na África do Sul. Além de invadir e destruir casas, os animais começaram a comer as uvas de uma vinícola da região.

Os babuínos vivem nas montanhas da região há muito tempo. Estão lá mesmo antes dos humanos, mas o desenvolvimento e a expansão das cidades tem feito com que as áreas urbanas e selvagens fiquem cada vez mais próximas.

Com 325 anos de história, a vinícola Groog Constantia Vineyard tem recebido atualmente dúzias de babuínos que se reúnem todos os dias para arrancar suas vinhas antigas e comer seus frutos.

Segundo o gerente da produtora, Jean Naude, eles estão ficando extremamente ousados e destrutivos. "Eles não estão apenas comendo as nossas uvas. Eles estão invadindo as nossas cozinhas e arrancando pedaços dos nossos telhados", reclamou.  

Atualmente, existem leis que protegem os animais encontrados em áreas urbanas. Para o problema dos babuínos, foram criados "baboon monitors", pessoas encarregadas de capturá-los e retirá-los das áreas residenciais. Antigamente, eles eram mortos por fazendeiros e donas de casa.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Morre um dos símbolos da icônica Bordeaux, Thierry Manoncourt

+Robert Parker é reconhecido e condecorado pelo governo espanhol

+ Coppola reinventa a adega como um lugar para famílias

+ "Templo do consumo" em Berlim começa a vender vinhos brasileiros
+Otimistas, produtores de Nova York esperam colheita maior e antecipada

Redação
Publicado em 30/08/2010, às 08h31 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias