Revista ADEGA
Busca

Vinho - 18.Mai

Barone Ricasoli pretende registrar clone da uva Sangiovese


A vinícola italiana, Barone Ricasoli, irá registrar seu próprio clone das uvas Sangiovese no ministério da agricultura do país. A propriedade de 1200 hectares, onde 230 são vinhedos, possui três vinhedos de um biotipo de Sangiovese, que será apresentada para o ministro.

divulgação
Propriedade de Brolio, Itália

Se aceito, o novos clone será registrados como Brolio, e incluso no catálogo de Uvas Viníferas Italianas, que já possui 74 tipos reconhecidos biotipos de Sangiovese.

"Experimentação com biótipos diferentes Sangiovese começou durante a replantação da propriedade Brolio em meados da década de 1990, logo após Ricasoli comprar de volta a propriedade antiga da corporação australiana BRL Hardy, que detinha a propriedade desde que ele foi vendido para a Seagram na 1960", explicou o diretor vinha Massimiliano Biagi.

De acordo com o ministro reconhecer um clone depende de alguns reconhecimentos técnicos com uma população de vinhos, com características biotipicas melhoradas ou que sejam julgadas geneticamente interessantes.

Mais notícias sobre vinhos...

Beber vinho tinto melhora a saúde intestinal
Empresa apresenta novas taças que melhoram sabor do vinho
Lançada primeira tampa de rosca para vinhos espumantes
Rede de hotéis cria programa de degustação de vinhos premium
Empresa lança embalagem para conservar vinhos abertos

Redação
Publicado em 18/05/2012, às 08h35 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias