15.abr - Barris chilenos

Barris chilenos têm potencial para amadurecer vinhos finos


A primeira etapa de um estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Chile concluiu que seis espécies de madeira nativa chilena possuem potencial para o uso no amadurecimento de vinhos de qualidade.

A pesquisa, que contou com o apoio da Fundação para a Inovação Agrária (FIA), analisou treze espécies de bosque nativo segundo suas características físicas, químicas e sensoriais.

Os resultados mostraram que as espécies com mais potencial para a utilização na indústria vinícola são o carvalho chileno (Roble Chileno), Quillay, Raulli, Avellano, Laurel e Ulmo.

Segundo os pesquisadores, a composição tanto física quanto química das espécies de madeira tem conteúdo similar de polifenóis e taninos ao das madeiras de uso tradicional, como o carvalho americano e francês.

Além disso, os vinhos que passaram nos testes, tiveram uma boa aceitação por parte do painel de degustadores.

Fonte: Fundação para la Innovación Agrária (FIA)

Leia mais sobre vinhos chilenos:

+ Comprando sonho

+ Luxo e tranquilidade

+ O chile que você precisa conhecer

+ Símbolo de duas nações

Da redação

Publicado em 15 de Abril de 2009 às 11:27


Notícias