Revista ADEGA
Busca

Café - 27.Out - Mercdo

Brasil quer impotar café para aumentar vendas de café


O Brasil pretende importar café para quintuplicar suas vendas internacionais do grão tostado e moído, disse hoje o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes.

Segundo o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, o Brasil deve importar café como estratégia para quintuplicar suas vendas internacionais do grão tostado e moído.

"A indústria brasileira de café quer exportar cinco vezes mais grãos tostados e moídos em três anos. Queremos chegar a US$ 150 milhões", afirmou Stephanes, após se reunir com representantes da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic) e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

Segundo o ministro, a indústria comprará café em países como Colômbia e Peru para fazer misturas de forma a atender mercados atualmente fora do alcance dos produtores brasileiros.

O ministro calcula que o valor importado será pequeno, equivalente a 0,2% o 0,3% da parte da produção brasileira destinada a estas misturas.

Segundo dados da Abic, no ano passado, as exportações de café tostado e moído somaram US$ 35,6 milhões, valor 37% maior em relação ao ano anterior.

Segundo a associação, as vendas do café tostado brasileiro se restringem a Estados Unidos, Itália, Argentina e Japão.

As informações partem da Revista Cafeicultura.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ Exportações australianas crescem, principalmente nos mercados asiáticos

+ O Melhor Vinho do dia: Ao show do U2 no Califórnia!

+ Consumo de vinhos aumenta na Bélgica durante a crise

+ Região dos Vinhos Verdes tem perspectivas de produzir "grandes vinhos" este ano

+ EUA terão maior e menor DOC do mundo

Redação
Publicado em 27/10/2009, às 10h45 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias